Aerosmith procura novo vocal

"Você não pode jogar 40 anos de experiência no baú!”, escreveu o guitarrista Joe Perry no Twitter; Steven Tyler vai se dedicar a criar "a marca Tyler"

Da redação Publicado em 10/11/2009, às 12h33

O guitarrista Joe Perry comunica: se Steven Tyler não quer mais saber do Aerosmith, o show tem de continuar, mesmo que com novo vocalista.

Em sua página no Twitter, Perry garantiu que a banda formada em 1970, em Massachusetts (EUA), "definitivamente não vai acabar" após a saída de Tyler. Usou, então, o microblog como espécie de classificados: "Enquanto isso, positivamente, o Aerosmith está procurando um novo cantor com quem trabalhar. Você não pode jogar 40 anos de experiência no baú!".

Os abalos no grupo, prestes a virar quarentão, ganharam contorno público quando Tyler se acidentou em agosto, após cair do palco e fraturar o ombro num concerto em South Dakota, EUA (na ocasião, nenhum dos colegas de banda o acompannhou até o hospital). A banda já vinha adiando o novo disco de inéditas - o primeiro desde Just Push Play, de 2001 - por conta de problemas de saúde (no ano passado, Tyler se internou em uma clínica de reabilitação e o guitarrista Perry passou por uma cirurgia no joelho). Recentemente, a comunicação entre os integrantes andava complicada fora dos palcos. Perry alegou que o frontman não telefonava para ele há meses. "Da última vez que liguei, ele desligou na minha cara", escreveu o cofundador do Aerosmith.

No Twitter, Perry sinalizou o que pode ter sido o ponto final entre Tyler e o resto da banda. "Um dos membros disse que estava fazendo algo solo e disse isso à imprensa. É tudo o que sei". O músico estava fazendo referência ao depoimento de Tyler à revista britânica Classic Rock. "Ainda não sei o que estou fazendo, mas definitivamente vai ser algo Steven Tyler. Estou trabalhando na minha própria marca: a marca Tyler", disse na semana passada. Ao jornal Las Vegas Sun, Perry confirmou que "Steven saiu da banda, até onde sei".

A clássica parceria entre guitarrista e vocalista rendeu codinome à dupla: Gêmeos Tóxicos (inspirado nos anos de drogas e álcool em excesso, no começo da carreira). Juntos, eles fizeram hits como "Walk This Way" e "Hole In My Soul" (esta, com uma mãozinha do compositor Desmond Child).

No começo do mês, Perry já havia manifestado insatisfação com o comportamento do ex-amigo: "Estou no meu estúdio todo dia, escrevendo, e por alguma razão ele quer escrever com pessoas como [o compositor] Mark Hudson ou seja lá quem for", afirmou ao jornal norte-americano The New York Daily News. Para terminar, sentenciou: "Acho que precisamos de mais tempo para todo mundo ficar saudável e tudo mais, e ver se Steven quer fazer parte da banda novamente". Pelo visto, a resposta é negativa.

Após o acidente de Tyler e o consecutivo cancelamento da turnê de verão, o Aerosmith, ainda com o vocalista original, se reuniu em algumas ocasiões: um show, fechado para convidados de uma empresa de tecnologia, na primeira semana de outubro, e outro no último dia 18, no Havaí (a banda foi obrigada, em julgamento, a fazer a apresentação, depois do cancelamento de um show em 2007), além do mais mais recente, no GP de Fórmula 1 de Abu Dhabi, no início do mês.

Enquete

Quem poderia substituir Steven Tyler no vocal do Aerosmith?