Além da Guerra das Rosas: 8 histórias de Game of Thrones baseadas em fatos reais

Decapitações, muralhas, traições, assassinatos? Já vimos isso antes... Conheça alguns fatos e personagens de GOT inspirados em fatos históricos

Redação Publicado em 26/06/2019, às 15h51

None
Peter Dinklage em Game of Thrones (Foto:Helen Sloan/HBO)

Ao criar a história de batalha medieval de Game of Thrones, George R. R. Martin se baseou em vários fatos reais para dar um ar de verossimilhança à obra. 

Algumas das semelhanças com a vida real são mais óbvias, como o enredo central da história: a luta entre famílias e/ou clãs para sentar em um trono e dominar um reino. Desde contos da Távola Redonda, a trama é uma das mais clássicas em quesitos medievais. No caso de George R. R. Martin, a inspiração principal foi a luta pelo poder de um reino mais conhecida da história: York contra Lancaster, famílias que protagonizaram a Guerra das Rosas, batalha pelo trono inglês. 

Além da inspiração central, Martin usou também algumas outras histórias e casos mais selecionados, por vezes poucos conhecidos, para montar a sua obra. Os personagens, também, muitas vezes foram inspirados por figuras históricas de grande importância na Europa. 

Separamos 8 fatos de Game of Thrones baseados em acontecimentos e pessoas reais. Veja: 


1) Tyrion Lannister

O personagem é baseado em Ricardo III, que reinou na Inglaterra até 1485, ano de sua morte. O ex-rei foi retratado muitas vezes como vilão por causa da sucessão que teve pelos Tudors, que o pintavam como mau. Ele tinha escoliose, e sua aparência diferenciada causava repulsa na população e na nobreza - apesar de sua preocupação com o bem estar do povo. 


2) Casamento Vermelho

O evento foi baseado no Jantar Negro, dado por James II, rei da Escócia, em 1440. Na ocasião, o monarca convidou William Douglas, de 16 anos de idade, mas que já era o líder de um clã inimigo, para jantar. David, o irmão criança de William, também foi chamado. Eles comeram juntos, e depois da refeição, os guardas de James apresentaram uma cabeça de javali preto em uma bandeja - um símbolo de morte. Apesar dos apelos do rei, a guarda não mudou de ideia, e acabou decapitando William e David enquanto a festa ainda acontecia.  


3) Daenerys

Foi inspirada por Henrique VII da casa Tudors, que sucedeu o trono de Ricardo III. Assim como a khaleesi, viveu em exílio, e voltou para o reino com um exército estrangeiro, que usou para conseguir o trono Inglês para si. 


4) Aerys Targaryen

O rei louco de GOT foi inspirado pelo rei louco francês Charles VI. A história era parecida: reis justos e amados, mas enlouqueceram no meio do caminho. Charles começou a mostrar sinais de decadência física antes de surtar e um dia, repentinamente, mandar matar sua guarda durante um passeio. Ele também usava roupas de ferro pois acreditava que seus ossos eram de vidro e queria se proteger. 


5) Jaime Lannister

O personagem foi inspirado por Gotz Von Berlichingen, um cavaleiro imperial alemão que servia a Frederick I. Ele perdeu a sua mão durante uma batalha - foi decepada por uma espada. Ele recebeu uma prótese de ferro - assim como Jaime - e continuou lutando depois do acidente.


6) A Muralha

A Muralha que guarda Westeros em Game of Thrones foi inspirada na Muralha de Adriano, fortaleza construída em 122 d.C. pelos soldados romanos para manter os “bárbaros” longe da terra que hoje é a Escócia. O local era palco para acontecimentos sangrentos, como a Grande Conspiração de 367 d.C., na qual alguns soldados romanos, por traição, deixaram alguns inimigos ultrapassar os limites, invadir a Inglaterra e pilhar as vilas, além de matar quem estava ali. 


7) Ned Stark

O fim de Ned Stark foi praticamente ao fim de Ricardo, 3º Duque de York, em uma batalha da Guerra das Rosas. Durante a luta, Ricardo foi assassinado, e sua cabeça decapitada ficou exposta nos portões de York - igual a do chefe dos Stark na casa dos Lannister. 


8) Joffrey

O reizinho mandão e malvado foi inspirado em Edward de Lancaster, que assumiu o trono inglês quando tinha 13 anos. Ele tinha vários hobbies pouco saudáveis, como fazer emboscadas sem sentido e decapitar seus inimigos. 

+++ De Emicida a Beyoncé: Drik Barbosa escolhe os melhores de todos os tempos