"Atingimos o nosso objetivo", diz idealizador de homenagem ao Foo Fighters que reuniu mil fãs na Itália

Fabio Zaffagnini passou um ano trabalhando no projeto Rockin' 1000

Renata Borges Publicado em 31/07/2015, às 16h14 - Atualizado às 16h56

Fabio Zaffagnini
Acervo pessoal

Um grupo de adoradores italianos do Foo Fighters inventou uma maneira criativa de pedir um show da banda norte-americana no local em que eles vivem, a região da Emilia-Romagna. Comandadas pelo sonhador Fabio Zaffagnini, mil pessoas se juntaram no último domingo, 26, para tocarem juntos o sucesso “Learn to Fly” , da banda de Dave Grohl.

Dave Grohl quebrou a perna durante show e continuou tocando; relembre.

Veja a grandiosa performance:

Em pouquíssimo tempo, o vídeo tornou-se um viral e chegou aos olhos e ouvidos de Dave Grohl. Pelo Twitter, o líder do Foo Fighters respondeu em italiano ao apelo dos fãs. “Que belo, Cesena”, escreveu ele, copiando o endereço do vídeo que mostra a megaperformance dos europeus. “Nos vemos em breve, Cesena. Davide”, completou.

Acompanhante de luxo: as mais emblemáticas parcerias de Dave Grohl.

Mais tarde, ele gravou um vídeo em italiano no qual apesar de fazer o discurso aparentemente de cor e de mostrar uma boa pronúncia, pede desculpas por só falar “um pouco de italiano”. “Esse vídeo, que belo, belíssimo. Muito obrigado. Estamos chegando, prometo. Nos vemos em breve. Muito obrigado, te amo, tchau". No site oficial do grupo norte-americano, existe um espetáculo marcado para o dia 13 novembro, em Casalecchio Di Reno, na região da Emilia-Romagna, onde também está localizada Cesena.

Veja:

A Rolling Stone Brasil conversou com Fabio Zaffagnini, criador e idealizador do projeto Rockin' 1000, sobre como ele trabalhou incessantemente durante um ano para fazer desse sonho uma realidade.

Quando surgiu a ideia do projeto Rockin' 1000?

Pensei nisso pela primeira vez em maio de 2014. Levei alguns meses para montar a equipe e planejar como fazer acontecer. O objetivo era chamar atenção do Foo Fighters de um jeito divertido e convidar a banda para tocar em Cesena. Então, pensamos em colocar mil pessoas em um mesmo espaço tocando uma mesma música. Começamos a campanha de crowdfunding em dezembro e conseguimos levantar € 44 mil para bancar as despesas. Depois disso, fizemos as audições. Postamos no nosso site que estávamos procurando músicos e começaram a chegar milhares de vídeos.

Como é a cena do rock em Cesena?

A última vez em que o Foo Fighters tocou na cidade de Cesena, na região de Romagna, foi em 1997. A cidade está situada perto do mar e das montanhas. Dizem por aí que Cesena é a cidade com o maior numero de amantes do rock na Itália. Eu não sei se isso é verdade, mas muitas bandas de rock passam por Cesena no começo de suas carreiras.

Como foi a escolha da música?

Nossa equipe tem quatro músicos profissionais. Eu os chamo de "gurus da música". Decidimos juntos por "Learning To Fly" porque é uma canção fácil de tocar e não tem solo. O ritmo é regular e o vocalista não precisa ser extremamente hábil. Acho que foi a melhor escolha.

Como foi a gravação?

Havia 1300 pessoas confirmadas, mas sabíamos que alguns poderiam cancelar ou desistir em cima da hora. De fato foi o que aconteceu. A contagem final foi de 986 pessoas no Parco Ippodromo. Começamos cedo, os bateristas foram os que chegaram antes. Fizemos dois ensaios e foi o suficiente para a gravação. Repetimos a canção seis vezes e usamos mais de 30 câmeras para registrar cada detalhe. Depois disso, uma equipe de pós-produção muito talentosa trabalhou sem parar até o vídeo ficar perfeito. Gravamos no dia 26 de julho e no dia 30 estava no ar. Até agora, temos mais de quatro milhões de visualizações.

Como foi receber umas resposta da banda?

Ontem mesmo um vídeo foi postado no site do Foo Fighters com o título de Che Bello, Cesena [Que lindo, Cesena, em português]. Para a minha enorme alegria, hoje eles escreveram: "Nos vemos em breve, Cesena". Não consigo acreditar que depois de mais de um ano trabalhando nisso, o objetivo de chamar atenção desses caras foi atingido. Meu sonho é ver o Foo Fighters tocando com aquelas mil pessoas, mas não sei se isso vai acontecer.

O que você acha que a banda sentiu ao ver mil pessoas tocando e cantando "Learning To Fly"?

Tenho certeza de que o Foo Fighters está acostumado com todo o tipo de homenagem, mas aqueles músicos realmente se superaram. Ao final da gravação, todos estavam pulando, gritando e chorando. Foi realmente muito emocionante e eu espero que não só a banda, como todos que assistiram, tenham sentido um pouco dessa emoção. Devo tudo isso a uma equipe incrível com quem eu trabalhei ao longo desse último ano. Tivemos muitas crises e, por várias vezes, parecia impossível atingir o objetivo. Mas fizemos o Rockin' 1000 se tornar real. Queremos colocar isso no Guinness, O Livro dos Recordes. É difícil provar que todas aquelas pessoas estavam realmente cantando e tocando, mas vamos tentar.