Ator venezuelano critica Wagner Moura em filmes estrangeiros: ‘Não se entende um cara***’

Moura interpreta um homem cubano em novo filme da Neflix

Redação Publicado em 30/06/2020, às 07h57

None
Wagner Moura no trailer de Wasp Network: Rede de Espiões (Foto: Reprodução/Youtube)

Recentemente, o ator venezuelano Guillermo Garcia criticou Wagner Moura em filmes estrangeiros (via Yahoo), quando interpreta algum personagem de língua espanhola, como foi o caso de Wasp Network: Rede de Espiões, da Netflix. O longa, inclusive, já colecionou algumas polêmicas, como por exemplo cubanos exilados em Miami pedirem para retirar a produção do catálogo da plataforma.

Guillermo Garcia usou o Instagram para compartilhar a crítica ao brasileiro, que fez 44 anos no último sábado, 27. "Sinto falta dos filmes que Wagner Moura fazia no Brasil. Quando falava em português e só em português", escreveu o ator venezuelano.

+++LEIA MAIS: Serj Tankian explica por que amizade entre os integrantes do System Of A Down é mais importante que a banda

Garcia finalizou: "Sempre me pareceu um dos melhores atores do mundo. Mas não suporto vê-lo fazer colombiano e cubano porque não se entende um cara***". O artista apagou a crítica depois de postada. Veja abaixo.

Segundo o Yahoo, Guillermo Garcia, conhecido por trabalhos no cinema e novelas na Venezuela, ganhou reconhecimento quando estrelou o filme Azul e Não Tão Rosa (2012), sucesso internacional. Ele também participou de outro hit, desta vez um longa de terror, intitulado A Casa do Fim dos Tempos (2013).


+++ RAEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO