Pulse

Bananada 2015: ritmos periféricos dão a tônica da segunda noite do festival

DJs Sankofa e Patricktor4 comandaram o baile na capital goiana

José Flávio Júnior, de Goiânia Publicado em 13/05/2015, às 13h31 - Atualizado em 14/05/2015, às 15h10

O ganês DJ Sankofa se apresenta no festival Bananada 2015.

Ver Galeria
(4 imagens)

Uma manifestação do DJ Sankofa, nascido em Gana e radicado em Salvador, chamou atenção na segunda noite do Bananada 2015, que aconteceu nesta terça-feira, 12. Falando um português com bastante sotaque, ele interrompeu o set que fazia no El Club, um dos cinco espaços de Goiânia a receber atrações da 17ª edição do festival, e pediu para que os presentes se informassem mais sobre os ritmos africanos. "São 54 países no continente. Cada um tem a sua música. Procurem no YouTube, baixem aplicativos. Tem muita coisa para ser descoberta", pontuou, em clara referência aos que acham que som africano é sinônimo de Fela Kuti e nada mais.

Bananada 2015: festival goiano anuncia shows de Criolo, Pato Fu e Tropkillaz.

O afrobeat do gênio nigeriano, aliás, teve pouco espaço na apresentação de Sankofa, dividida com o anfitrião Patricktor4, dono da festa itinerante Baile Tropical. Ritmos de Gana, Moçambique e Angola foram priorizados na jornada, com o baiano Patricktor4 adicionando latinidades, batidas do Leste Europeu e a turma da bass music nacional na mistura.

Bananada 2015: Caetano Veloso invade a madrugada e encanta plateia alternativa do festival com seu Abraçaço.

A baixa presença de público no El Club fazia supor uma certa ressaca da impressionante apresentação de Caetano Veloso na segunda-feira, durante a noite de abertura do evento. Mas a ousada proposta do Bananada prevê ações para plateias menores. "Nossa ideia é oferecer um recorte do que acontece na cena da cidade. Mostrar para quem vem de fora quais são as casas que abrigam os artistas e festas legais daqui", defende Fabrício Nobre, diretor artístico e produtor executivo do festival. "Isso de esticar o Bananada por uma semana inteira não tem nada de novo. No Brasil, nenhum festival aposta no formato. Mas, lá fora, é isso que predomina, especialmente em cidades que não são grandes megalópoles", completa, com a perspectiva de quem já rodou muito por festivais norte-americanos, canadenses, ingleses, franceses, belgas e espanhóis.

Caetano Veloso celebra o sucesso do disco Abraçaço com CD e DVD.

Uma característica que também aproxima o Bananada dos festivais independentes gringos e o diferencia de iniciativas nacionais é a preocupação em integrar restaurantes e bares da cidade com um cardápio pensado exclusivamente para o evento. Neste ano, 21 estabelecimentos locais oferecem algum prato ou drinque inspirado pelo Bananada. No japonês Sapporo, por exemplo, o "Menu Bananada 2015" combina porção de ceviche com anéis de lula empanados, sushis, sashimis e, claro, tempura de banana finalizando. A chef Emiliana Azambuja, do Emi Cozinha Emocional, atua como consultora do projeto, intitulado Circuito Gastronômico de Goiânia Rock City. Esta é a terceira vez que o Bananada investe na ação.

Criolo mostra amadurecimento e imersão na música brasileira em Convoque Seu Buda.

Hoje, a atração principal do Bananada 2015 é o show de Mauricio Pereira. Escudado pelo pianista Daniel Szafran, o cantor e compositor paulista promete um show baseado no álbum Mergulhar na Surpresa, o mais cultuado de sua carreira pós-Os Mulheres Negras. A abertura fica a cargo de Esdras Nogueira, saxofonista do Móveis Coloniais de Acaju.

Veja a programação completa do festival Bananada 2015.

13 de maio – quarta-feira @ Teatro do Centro Cultural UFG

MAURÍCIO PEREIRA

ESDRAS NOGUEIRA

13 de maio - quarta feira @ Diablo Pub - Showcase Balaclava Records

LUZILUZIA

TERNO REI

PARATI

14 de maio – quinta-feira @ Suqueria - Showcase Propósito Records

THE ABDALAS

BIKE

14 de maio – quinta-feira @ Diablo Pub - Showcase Läjä Rex

MERDA

WATER RATS

15 de maio - sexta-feira @ Centro Cultural Oscar Niemeyer

01h00 PATO FU - Palco Pyguá

00h00 BOOGARINS - Palco Yguá

23h15 ALLAH - LAS (EUA) - Palco Pyguá

22h30 WANNABE JALVA- Palco Yguá

21h45 FRANCISCO EL HOMBRE - Palco Pyguá

21h00 JALOO - Palco Yguá

20h30 SCALENE - Palco Pyguá

20h00 BANG BANG BABIES - Palco Yguá

18h30 PABLO KOSSA - Goiânia Crew Attack

17h00 MAURÍCIO MOTA - Goiânia Crew Attack

16 de maio - sábado @ Centro Cultural Oscar Niemeyer

01h00 TROPKILLAZ - Palco Pyguá

00h00 BONDE DO ROLÊ - Palco Yguá

23h15 KAROL CONKA - Palco Pyguá

22h30 J MASCIS (EUA) - Palco Yguá

21h45 APANHADOR SÓ - Palco Pyguá

21h00 KING TUFF (EUA) - Palco Yguá

20h30 CAMERA- Palco Pyguá

20h00 LÊ ALMEIDA - Palco Yguá

19h30 CARNE DOCE - Palco Pyguá

19h00 CAMARONES ORQUESTRA GUITARRÍSTICA- Palco Yguá

18h00 GUILIANO MAIA - Goiânia Crew Attack

16h30 THIAGO RODRIGUES - Goiânia Crew Attack

15h00 MATIAS - Goiânia Crew Attack

17 de maio - domingo @ Centro Cultural Oscar Niemeyer

22h45 CRIOLO - Palco Pyguá

22h00 HELLBENDERS - Palco Yguá

21h15 VIVENDO DO ÓCIO - Palco Pyguá

20h30 GARAGE FUZZ - Palco Yguá

19h45 MASKAVO ROOTS 20 ANOS - Palco Pyguá

19h00 CADDYWHOMPUS (EUA) - Palco Yguá

18h15 MAGALY FIELDS (CHILE) - Palco Pyguá

17h30 MARRERO - Palco Yguá

16h50 GASPER - Palco Yguá

15h00 AR É MÚSICA - Goiânia Crew Attack