Bolsonaro divulga chá sem eficácia contra Covid-19 e afirma que doença ‘tem cura’

Em live semanal na quinta, 27, Bolsonaro defendeu novamente tratamentos sem comprovação científica para tratar pacientes de Covid-19

Redação Publicado em 28/05/2021, às 10h52

None
Bolsonaro de máscara olhando para o lado (Foto: Andre Coelho/Getty Images)

Jair Bolsonaro (sem partido) defendeu novamente os  tratamentos sem eficácia comprovada contra Covid-19. Em live semanal na quinta, 27, o presidente também afirmou que a doença “tem cura”, o que não é verdade. As informações são do UOL.

Na quinta, 27, Jair Bolsonaro visitou uma terra indígena ianomâmi no Amazonas, apesar de diversos indígenas assinarem carta repudiando a ida do presidente. Durante live, o chefe do Executivo defendeu o uso de chás para tratamento da doença, e relembrou conversa que teve durante a visita. 

+++LEIA MAIS: ‘Olha o exemplo que estou dando’, diz Bolsonaro sobre tomar cloroquina

“Foram três momentos com os índios balaios, ianomâmis, eles falaram que tomavam chá disso daqui, saracura, carapanaúba e jambu, e ficaram livres da covid. (...) Então, pessoal, tem cura pra covid? Tem, pô,” disse o presidente. 

A medicina indígena usa diversos chás e ervas para tratamento de comorbidades, mas não há comprovação científica de que essas substâncias ajudam no tratamento da Covid-19 ou representam a cura para a doença. Segundo o UOL, algumas substâncias, contudo, podem ajudar no controle de sintomas, como febre.

+++LEIA MAIS: Há 9 meses, Governo Federal ignorou proposta de 18 milhões de doses da vacina Pfizer

O presidente também voltou a divulgar a cloroquina como um tratamento eficaz para Covid-19: “Tive um sintoma igualzinho ao que eu tive da primeira vez que eu fui infectado. O que eu fiz? Tomei aquilo [cloroquina]. E ponto final. E depois fui fazer o exame. Não deu nada. (...) O que eu tomei, pessoal toma aqui direto na Amazônia, sem receita médica, toma para combater a malária.”

Além de não haver comprovação científica da cloroquina em tratamento de pacientes de Covid-19, a OMS contraindica o medicamento para infectados com a doença, pois pode haver efeitos colaterais graves. 

+++LEIA MAIS: Para 58% dos brasileiros, Bolsonaro não tem capacidade de liderar o país


+++ MV BILL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL