Cabelo queimado de Michael Jackson irá a leilão

Fios recolhidos em acidente durante a gravação de comercial, em 1984, poderão custar mais R$ 2,5 mil; pregão acontece no dia 17 de outubro, em Londres

Da redação Publicado em 14/10/2009, às 17h25

Restos de cabelo queimado de Michael Jackson irão a leilão no dia 17 de outubro. Os 12 fios de cabelo, recolhidos após o acidente durante a gravação de comercial para marca de refrigerantes, em 1984, deverão ser vendidos por £ 1 mil (mais de R$ 2,5 mil), segundo o site do semanário inglês NME.

Na ocasião do incidente, há 25 anos, o cantor sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus no couro cabeludo e no rosto. Posteriormente, constatou-se que os explosivos usados no comercial foram acionados antes do tempo. O cabelo foi coletado no local do acidente pelo produtor executivo do vídeo, Ralph Cohen. Ele foi, inclusive, um dos que ajudaram o astro a apagar o fogo.

Depois do incidente, foi levantado o rumor de que Michael intensificou a procura por plásticas e começou a usar fortes anestésicos - nos quais teria se viciado posteriormente.

O cabelo será arrematado em sessão no Radisson Edwardian Hotel, em Londres - não há a informação se outros itens do cantor também estarão no leilão. Um dia depois, em Chicago (EUA), um tufo de cabelo de Elvis Presley, datado de 1958, também será colocado na mira do martelo. As madeixas, cortadas quando o astro se alistou no exército dos EUA, serão colocadas à venda junto com outros itens pessoais do astro e podem sair por até R$ 33 mil.