Carlos Santana reencontra antigo companheiro de banda que se tornou morador de rua

Marcus Malone tocou com o guitarrista no início dos anos 60 na Santana Blues Band

Rolling Stone EUA Publicado em 24/12/2013, às 12h45 - Atualizado às 15h38

Carlos Santana
Mustafa Quraishi/AP

É um milagre de Natal: um repórter de TV de São Francisco reuniu a lenda do rock Carlos Santana com Marcus Malone, um antigo companheiro de banda, que tocou com Santana no fim dos anos 60 e hoje é um sem-teto.

Entrevista: “Descobri, há muito tempo, a diferença entre as notas e a vida. Prefiro tocar vida a notas”, diz Carlos Santana

De acordo com a KRON-TV, a reunião improvável aconteceu quando o canal produziu uma reportagem sobre um despejo ilegal. O repórter Stanley Roberts conheceu Malone, enquanto investigava o caso, e ouviu a história do músico. Ainda que ele tenha dito que tocou na Santana Blues Band (inclusive relembrando de que eles ensaiavam na garagem da mãe do guitarrista), Roberts foi cético. Pesquisando o assunto, contudo, percebeu que Malone dizia a verdade.

Enquanto isso, Carlos Santana estava tentando localizar o antigo companjeiro de banda. Depois que o empresário do músico entrou em contato com Roberts através do Facebook, o repórter rastreou Malone e colocou os dois músicos, frente a frente.

O encontro (que pode ser visto no player abaixo) é incrivelmente emotivo para ambos os lados. “Eu não tinha ideia de quanto eu tinha medo de deixar você me ver”, diz Malone.

“É uma honra estar em sua presença”, disse Santana, chamando o antigo amigo de Marcus “O Magnífico” Malone. “É uma honra estar com você, cara”, continuou ele, antes de relembrar a importância de Malone para o desenvolvimento da banda dele, no início da carreira. “Você e sua família sempre foram tão agradáveis com a gente”, diz o guitarrista. “Sua mãe está no meu coração. Ela está nos assistindo”.

Enquanto isso, Santana se prepara para lançar Corazón, um disco com colaborações com músicos latino americanos no início de 2014. Entre os artistas está Samuel Rosa, do Skank, com quem o guitarrista gravou “Saidera”, da banda mineira.