Morre o cineasta Mario Monicelli

Aos 95 anos, o italiano se jogou da janela do hospital onde estava internado para tratar um câncer de próstata; Monicelli dirigiu filmes como O Incrível Exército de Brancaleone e Parente É Serpente

Da redação Publicado em 30/11/2010, às 12h16

O cineasta italiano Mario Monicelli morreu na última segunda, 29
AP

Morreu na última segunda, 29, o diretor de cinema Mario Monicelli, que estava com 95 anos. O cineasta cometeu suicídio atirando-se pela janela do hospital San Giovanni, em Roma, onde encontrava-se internado para tratar de um câncer de próstata. As informações são da agência Ansa.

Monicelli, conhecido como um dos mestres da comédia italiana, escreveu e dirigiu diversos filmes, entre eles Meus Caros Amigos (1975), O Incrível Exército de Brancaleone (1966) e Parente É Serpente (1992). Ao longo de sua carreira, trabalhou com alguns dos maiores atores da história do cinema italiano, como Marcello Mastroianni, Vittorio Gassman, Sophia Loren e Alberto Sordi.

O cineasta foi indicado duas vezes ao Oscar, por Casanova 70 (1965) e Os Companheiros (1963), e recebeu vários prêmios, como o Leão de Ouro, em Veneza, por A Grande Guerra (1959) e pelo conjunto da obra, em 1991, além de três troféus Urso de Prata, em Berlim. O filme mais recente de Monicelli, que deixa três filhas, é Le Rose del Deserto (2006).