Como foi o encontro cômico de Paul McCartney com o lutador Chris Jericho?

O astro da luta livre Chris Jericho encontrou Paul McCartney em uma cerimônia, mas o momento não saiu como planejado

Itaici Brunetti Publicado em 27/07/2021, às 10h35

None
Paul McCartney (Foto: Kevin Winter / Getty Images)/ Chris Jericho (Getty Images)

Certa vez, o lutador americano Chris Jericho, astro de luta livre profissional, encontrou com Paul McCartneydurante a cerimônia do Rock and Roll Hall of Fame em 2015, ano em que Ringo Starr foi introduzido no Hall da Fama do Rock. 

Em entrevista ao canal de Charlie Benante, baterista do Anthrax, Chris Jericho contou que estava com seu primo assistindo à premiação da plateia e avistou Paul McCartney, Ringo Starr e Olivia Harrison(viúva de George Harrison) mais à frente. 

+++LEIA MAIS: Paul McCartney levou ‘fora’ da noiva Jane Asher em programa de TV ao vivo [FLASHBACK]

"Assim que todos se levantaram para conferir a apresentação do Green Day, eu disse: 'Vamos para a frente.' Então, fomos direto para a frente e fiquei bem atrás de Paul e Ringo," relatou o lutador e prosseguiu: "O Green Day estava tocando 'American Idiot' e Paul estava cantarolando, curtindo muito." 

Assim que o show da banda de Billie Joe Armstrong acabou, Paul McCartney seguiu para o banheiro com seu segurança pessoal, e Chris Jericho o acompanhou. "Oh, Paul. Prazer em ver você aqui. O Green Day não foi ótimo?", puxou assunto o lutador. "Oh, eles foram ótimos, cara. Foi incrível," respondeu o ex-Beatle

+++LEIA MAIS: O fim dos Beatles: como caprichos e raiva destruíram a maior banda de todos os tempos

"Então, fiquei pensando em algo interessante para dizer", continuou Jericho. "Como o segurança de Paul estava na frente dele, eu disse: 'Vejo que o seu segurança está à sua frente, e estou atrás de você. Portanto, se alguns ninjas vierem atacá-lo, eu irei defendê-lo'. Ele ficou olhando para mim, tipo, 'Ok, tudo bem, cara', e me cumprimentou."

Após a cerimônia do Rock and Roll Hall of Fame, houve uma festa para convidados e Chris Jericho se aproximou novamente de Paul McCartney. Porém, o plano não saiu como o planejado. 

"Quando Paul se levantou da mesa para ir ao bufê pegar um pouco de queijo, várias pessoas o cercaram para incomodá-lo e tudo mais. Então, fui até ele", relatou.

O lutador explicou: "Eu já fiz isso antes. Fiz isso com Bill Murray e com Lars Ulrich (baterista do Metallica), onde eu vou e digo: 'Cara, se precisar de ajuda com essas pessoas para sair daqui, posso ajudá-lo'. E, fiz o mesmo com Paul McCartney porque sempre deu certo".

+++LEIA MAIS: Rolling Stones: Como Mick Jagger e Keith Richards deram fim à rivalidade para a sobrevivência da banda

No entanto, dessa vez a ajuda de Chris Jericho não foi necessária, pois McCartney disse: "Escute, quem é você? Você é um cinegrafista? Você é o segurança? Quem é você? Se eu precisar de ajuda com ninjas, lhe avisarei. Até lá, está tudo bem. Entendeu?"

Mesmo repreendido pelo ídolo, Jericho contou na entrevista: "Paul foi legal. Ele deveria pensar que eu era um perseguidor. Mas, tudo o que eu conseguia pensar era: 'Dane-se, ele se lembrou dos ninjas. Minha linha de pensamento funcionou'. Paul está farto de mim, e está tudo bem."

Assista ao vídeo de Chris Jericho falando sobre o encontro com Paul McCartney. As informações são do site Blabbermouth


+++ RS TRENDING | CONHEÇA OLIVIA RODRIGO: VIDA, RECORDES, SOUR E MAIS!