Paul McCartney levou ‘fora’ da noiva Jane Asher em programa de TV ao vivo [FLASHBACK]

Em 20 de julho de 1968, Jane Asher anunciou o término com Paul McCartney em um programa de TV da BBC, apresentado por Simon Dee

Vitória Campos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 21/07/2021, às 17h34

None
Paul McCartney (Foto: Gustavo Caballero / Getty Images) e Jane Asher (Foto: Anthony Harvey / Getty Images)

Música dos Beatles, “We Can Work It Out” teve inspiração no relacionamento de Paul McCartney com a atriz britânica Jane Asher, e falava sobre fazer a relação "funcionar," mesmo que estivessem distantes um do outro - mas não foi isso que aconteceu três anos após o lançamento da canção. 

Em 20 de julho de 1968, Asher deu um “fora” em McCartney durante uma participação em um programa de TV no canal da BBC, apresentado por Simon Dee. Lá, a atriz revelou como o noivado com o ex-Beatle havia chegado ao fim. 

+++ LEIA MAIS: O fim dos Beatles: como caprichos e raiva destruíram a maior banda de todos os tempos

“Eu não terminei. Mas está interrompido, acabado. Sei que parece piegas, mas ainda nos vemos e nos amamos, mas não deu certo. Talvez sejamos namorados de infância e nos encontremos novamente e nos casemos quando tivermos cerca de 70 anos,” contou Asher

Provavelmente, além da distância - já que ambos viviam em viagens constantes -, o relacionamento pode ter terminado devido às diversas mulheres que Paul McCartney conhecia, principalmente em turnê dos Beatles

+++ LEIA MAIS: Qual música dos Beatles é um ótimo exemplo da parceria entre John Lennon e Paul McCartney?

O músico teve um caso com uma norte-americana em 1968, chamada Francie Schwartz. Asher descobriu a traição após voltar de uma viagem. Um tempo após isso, a atriz fez o anúncio do término no programa de TV. 

Segundo o New Daily, o casal se conheceu no Royal Albert Hall, um salão de espetáculos em Londres, Reino Unido, em 1963, quando Asher tinha apenas 17 anos. Com o passar dos anos, a atriz se tornou a musa de várias músicas dos Beatles.

+++ LEIA MAIS: Os Beatles podem ser considerados protofeministas, diz pesquisador


+++ RS TRENDING | CONHEÇA OLIVIA RODRIGO: VIDA, RECORDES, SOUR E MAIS!