Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Craques da Copa: conheça a trajetória brilhante de Richarlison

Estreante em Copa do Mundo, o jogador se destacou pela excelente performance em campo

Agnes Faria Publicado em 05/12/2022, às 12h00 - Atualizado às 12h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
É a primeira vez que o jogador disputa a Copa do Mundo (Imagem: Shutterstock)
É a primeira vez que o jogador disputa a Copa do Mundo (Imagem: Shutterstock)

Richarlison de Andrade, também conhecido pelo apelido “Pombo”, é um dos 26 jogadores convocados pelo técnico Tite para disputar a Copa do Mundo no Catar. Esta é primeira vez em que ele representa o Brasil na competição.

Grande destaque no primeiro jogo da Seleção Brasileira, disputado contra a Sérvia, na última quinta-feira (24), o camisa 9 marcou os dois únicos gols da partida, sendo um deles de “voleio”. O famoso gol, inclusive, recebeu diversos elogios nas redes sociais e na imprensa nacional, bem como na internacional.

+++ LEIA MAIS: Meme de Neymar viraliza na web: Qual música ele estava ouvindo?

Como tudo começou

Nascido em 10 de maio de 1997, na cidade de Nova Venécia, interior do Espírito Santo, Richarlison começou comojogador na categoria de base do Real Noroeste em 2013. Em 2014, passou a atuar na categoria de base do América Futebol Clube. Após isso, sua história no esporte só deslanchou.

+++LEIA MAIS: Quem é o 'Harry Styles do Brasil,' que viralizou na Copa do Mundo?

Passagem por clubes nacionais

No início de 2015, após se destacar nas categorias de base, Richarlison estreou profissionalmente no América Mineiro. Na primeira partida jogada pelo clube, marcou seu primeiro gol. O sucesso de Richarlison na Série B fez com que, em 2016, ele fosse contratado pelo Fluminense. Ao longo de sua estadia no clube carioca, o atacante de 25 anos participou de 67 jogos e marcou 19 gols.

Trajetória nos clubes internacionais

Na metade de 2017, Richarlison fez sua estreia internacional como atacante no time inglês Watford Football Club. Ele encerrou sua participação no clube com a marca de 5 gols ao longo de 41 partidas, sendo 32 delas competições da Premier League (liga profissional de futebol do Reino Unido).

+++LEIA MAIS: Copa do Mundo: Jungkook ganha topo de charts com música tema do torneio

Já em 2018, Richarlison assinou contrato para 5 temporadas no time inglês Everton Football Club. A contratação do camisa 9 foi considerada uma das mais caras do clube, avaliada no valor de 45 milhões de libras fixas, o que equivale a 294,4 milhões de reais na cotação atual. Durante as 5 temporadas no Everton, participou de 153 partidas e marcou 53 gols.

Em julho deste ano, assinou contrato de cinco anos com o também time inglês Tottenham Hotspur Football Club. Até o momento, jogou 15 jogos e fez 2 gols pelo clube. Dessa forma, nota-se que sua trajetória nos clubes internacionais também vem sendo de destaque.

Richarlison batendo falta usando a camisa do Brasil e outros jogadores ao fundo
Richarlison já fez história com a camisa do Brasil (Imagem: Shutterstock)

Jogos pela Seleção Brasileira

Apesar de ser a primeira participação de Richarlison em uma Copa do Mundo, o atleta já fez história com a camisa do Brasil. Nos últimos anos, participou dos respectivos campeonatos:

  • Sul-Americano Sub-20 (2017) – participou de 8 jogos e marcou 2 gols;
  • Copa América (2019) – participou de 3 jogos e marcou 1 gol;
  • Olimpíadas (2021) – participou de 6 jogos e marcou 5 gols;
  • Copa América (2021) – participou de 7 jogos e marcou 1 gol.

Craque fora dos campos

Grande fera nos gramados, Richarlison também arrasa quando o tema são causas sociais. Em 2020, início da pandemia de Covid-19, o camisa 9 fez uma doação de 500 cestas básicas para moradores dos bairros carentes de sua cidade natal, Nova Venécia.

Já em 2021, com a distribuição de vacinas contra a Covid-19, o jogador se posicionou a favor da ciência. Além de se tornar embaixador do programa USP Vida, que tem como objetivo realizar pesquisas e ações no combate à doença, também fez um apelo aos brasileiros para apoiarem a vacinação.

Para completar as boas ações, o atacante de 25 anos revelou que dedica 10% do seu salário para ajudar a casa de apoio Instituto Padre Roberto Lettieri, uma instituição de tratamento contra o câncer. Ele construiu uma casa em Barretos, local do instituto, visando abrigar as pessoas que fazem tratamento, mas não têm condições de pagar uma estadia por lá.