Dave Grohl diz que Kurt Cobain foi 'o maior compositor de sua geração'

Líder do Foo Fighters sente falta de Kurt Cobain escrevendo músicas incríveis

Itaici Brunetti | @itaicibrunetti Publicado em 16/02/2021, às 13h14

None
Dave Grohl do Foo Fighters (Foto: Renan Olivetti/ I Hate Flash)

Dave Grohl, frontman do Foo Fighters, voltou a falar sobre o seu antigo grupo, o Nirvana, e teceu elogios ao vocalista e guitarrista Kurt Cobain. Para o músico, Cobain foi "abençoado" e "o maior compositor de sua geração". 

"Kurt [Cobain] foi abençoado com um presente e digo seguramente que ele foi o maior compositor da minha geração", afirmou Dave Grohl em conversa na Medicine At Midnight Radio, estação de rádio própria do Foo Fightersna Apple Music. "Tenho muito orgulho de ter sido o baterista dele e tocar essas músicas [do Nirvana] todas as noites," completou. 

+++LEIA MAIS: Dave Grohl explica porque não canta mais músicas do Nirvana

Ainda falando sobre oNirnava, Grohlabriu o coração revelando que o suicídio de Kurt Cobain, em 1994, foi uma das coisas mais desafiadoras pela qual já passou, e a perda do companheiro de banda ainda o machuca. 

"[A morte de Cobain] Foi uma experiência incrivelmente desafiadora. E, no final das contas, uma das maiores tristezas da minha vida é que o Nirvana não está mais aqui fazendo música", desabafou ele, e continuou: "É uma das maiores tristezas da minha vida que Kurt não esteja aqui para escrever mais canções incríveis". 

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Relembrando o sucesso que o Nirvana estava alcançando na época, Dave Grohl disse: "Os shows estavam ficando maiores. O público estava ficando maior. O público fora dos shows era maior do que o público dentro dos shows. Então, pudemos ver que algo estava acontecendo, mas nunca esperamos que fosse ficar tão grande quanto estava. Acho que nenhum de nós esperava isso."

+++LEIA MAIS: Foo Fighters se inspira em fase dançante de David Bowie em novo disco: 'Músicas diretas e para cima' [ENTREVISTA]

Kurt Cobain se suicidou com um tiro de espingarda na cabeça em 5 de abril de 1994, em sua casa em Seattle, EUA. O terceiro e último álbum de inéditas do Nirvana foi In Utero, de 1993. 

As informações são do Consequence of Sound


+++ HUNGRIA HIP HOP: 'SOU APEGADO EM SORRISOS QUE A MÚSICA PODE LEVAR' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL