Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Processo

Defesa de Axl Rose usa livro e documentário para tentar arquivar denúncia de estupro

A ex-modelo Sheila Kennedy acusa o vocalista do Guns N' Roses de estupro — que teria ocorrido em 1989

Redação Publicado em 08/03/2024, às 10h43

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Axl Rose (Foto: Amy Sussman/Getty Images)
Axl Rose (Foto: Amy Sussman/Getty Images)

Axl Rose está tentando arquivar caso em que é acusado de estupro pela ex-modelo Sheila Kennedy. O pedido foi feito um dia antes do fim do N.Y. Adult Survivors Act — que permitiu, durante um ano, que alegações de agressão sexual ocorridas em quaisquer datas fossem denunciadas por adultos (via People). Kennedy afirma que foi estuprada por Rose em um hotel de Nova York em 1989.

A defesa usou como argumento para acabar com o processo contra Rose o livro de memórias de Kennedy, No One's Pet, no qual ela descreve ter tido "sexo consensual" com o vocalista do Guns N' Roses. Advogados também apontam entrevistas concedidas pela ex-modelo, incluindo sua participação no documentário Look Away, em que ela diz que não considerou o que houve como estupro,"foi consensual".

Os documentos da defesa afirmam ainda que Kennedy "poderia lucrar ao dizer que o incidente não foi consensual", em razão do N.Y. Adult Survivors Act. "Kennedy não pode e não será bem-sucedida nessa tentativa inescrupulosa de conseguir a sorte financeiramente", relata. "Esse processo vai desmascarar a falsidade dessas alegações vexatórias e sem mérito."