Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Processo

Diplo é acusado de promover pornografia de vingança

Vítima processa o DJ desde 2020 por ter gravado e distribuído vídeos sexualmente explícitos dela, sem qualquer tipo de autorização

Diplo (Foto: Phillip Faraone/Getty Images for GQ)
Diplo (Foto: Phillip Faraone/Getty Images for GQ)

Diplo, DJ e produtor musical norte-americano, é citado em um relatório do Departamento de Polícia de Los Angeles. O documento, apresentado em agosto de 2023, foi divulgado pela Pitchfork e alega que Thomas Wesley Pentz — nome verdadeiro do artista — teria espalhado fotos de uma mulher, chamada Shelly Auguste, nua sem o consentimento dela. O relatório foi submetido ao procurador de Los Angeles e está sob análise.

Auguste processa o famoso desde 2020 por ter gravado e distribuído vídeos sexualmente explícitos dela, sem qualquer tipo de autorização. Diplo ainda teria conscientemente transmitido para a mulher uma infecção sexualmente transmissível. 

+++LEIA MAIS: Coachella está 'com dificuldade em contratar headliners', diz Diplo

No processo mais recente, as alegações são de  agressão sexual, violência de gênero, intrusão intencional em assuntos privados, agressão, difamação, inflição intencional de sofrimento emocional, e fraude, bem como violação da Lei de Direitos Civis . Um julgamento civil deve acontecer em abril de 2024.

O advogado de Diplo, Bryan J. Freedman, disse à Pitchfork que “por mais de três anos, Shelly Auguste vem orquestrando uma campanha difamatória em andamento. contra Wes – e isso é apenas mais do mesmo.” Freedman acrescentou: “Agora, a Sr.ª Auguste está de volta. Mas Wes se defenderá e, assim como fez todas as vezes que a Sr.ª Auguste o difamou, assediou e atacou ele e sua família, ele vencerá.”

+++LEIA MAIS: Diplo é acusado de roubar pendrive de DJs brasileiros; entenda

Em 2020, Auguste solicitou uma ordem de restrição contra o DJ, após ter sua imagem espalhada por ele com o objetivo de “humilhá-la e assustar outras mulheres para que não se apresentassem” com denúncias similares. Mais tarde, em outubro do mesmo ano, ela alegou que Diplo teria contratado um detetive particular para segui-la.

“O investigador particular me disse que sabia meu endereço, sabia o endereço dos meus pais, conhecia meu local de trabalho e também o local de trabalho dos meus pais”, alegou ela em postagens no Twitter. “Aceite isso como quiser, mas a maioria das pessoas considerará isso uma ameaça.”

+++LEIA MAIS: Diplo desmente leitura labial após vitória de Beyoncé no Grammy

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!