Em entrevista de 1962, Bob Dylan, então com 20 anos, fala sobre começo da carreira

Áudio de participação do cantor e compositor em programa de rádio deu origem a vídeo animado da série Blank on Blank

Rolling Stone EUA Publicado em 28/06/2016, às 17h39 - Atualizado às 17h57

Ilustração de Bob Dylan em trecho de entrevista animada da série Blank on Blank, da PBS
Reprodução/Vídeo

Bob Dylan falou sobre o começo da vida musical dele em uma entrevista conduzida quando ele tinha 20 anos que o canal norte-americano PBS transformou em um vídeo animado para a série Blank on Blank. A conversa original foi transmitida pela estação de rádio WBAI, de Nova York, em fevereiro de 1962, como parte do programa Folksingers Choice.

No meio da entrevista, o cantor e compositor norte-americano revelou que ele teve que trabalhar em um parque de diversões itinerante em períodos variados durante seis anos, e ele contou sobre uma música a qual ele compôs sobre esta determinada época da vida.

LEIA TAMBÉM

Keith Richards: “Trabalharia com Bob Dylan até no inferno”

Organizador conta como reuniu gigantes da música no histórico festival Desert Trip

Ouça faixa de Fallen Angels, novo disco de Dylan

“Eles tinham um show de aberrações, todos os anões e todo aquele tipo de coisa”, disse ele. “Havia uma moça em realmente péssima forma. Tipo, a pele dela tinha sido toda queimada e ela era meio que uma criança, não cresceu corretamente, então parecia uma aberração. Todas as pessoas pagavam dinheiro para ver.”

“Aquilo meio que me marcou”, seguiu Dylan. “[Aqueles performers] queriam fazer você ter dois pensamentos. Queriam lhe fazer pensar que eles não se sentiam mal com eles mesmo e, também, queriam fazer você sentir pena deles. Eu sempre gostei daquilo e escrevi uma música para ela. Chama-se ‘Won't you Buy a Postcard’. Não consigo lembrar dela, contudo”. A música nunca foi gravada.

Em outro ponto da conversa, eles falam sobre canções que viriam a aparecer no disco autointitulado de estreia de Dylan, como ele conseguia colocar a gaita no rosto e os primeiros shows pelos quais ele recebeu “um dólar e um cheeseburger”.

O cantor ainda dá uma resposta engraçada quando perguntado se ele continuaria usando o chapéu – então marca registrada dele – quando se tornasse rico e famoso. “Ah, eu nunca vou ficar rico e famoso”, disse Dylan.

Assista abaixo.