Eminem se declara o “deus do rap” em nova música; ouça “Rap God”

“Por que ser um rei quando você pode ser um deus?”, questiona o rapper

Rolling Stone EUA Publicado em 15/10/2013, às 11h16 - Atualizado às 11h23

Eminem - "Rap God"
Reprodução

Sem a preocupação de ter de esperar até o lançamento de seu próximo disco, The Marshall Mathers LP 2, previsto para o mês que vem, Eminem acaba de liberar mais uma inédita, “Rap God”. Ouça abaixo.

Galeria: os 24 momentos mais insanos da história do VMA

Assim como “Berzerk”, embora desta vez de forma menos óbvia, o rapper paga tributo ao old school. Em vez de entregar um refrão a alguma cantora de R&B como Rihanna ou Liz Rodrigues, do New Royales, que cantou no recente single “Survival”, ele entrega um rap direto sobre o sentimento de ser uma divindade do gênero. Os versos recuperam a história do hip-hop, citando nomes como Heavy D & the Boyz, assim detalhes pessoais e profissionais de sua própria trajetória.

Galeria: as 15 prisões mais estúpidas do mundo da música.

Durante os seis minutos, ele ainda homenageia aqueles que o inspiraram. Ele se denomina um “produto de Rakim”, assim como Tupac, N.W.A. e Lakim Shabazz. Mas a melhor parte está ali no meio, quando ele explica porque é tão capaz, afirmando que sente a necessidade de criar algumas rimas porque “até vocês rappers desempregados estão com fome, olhando para mim como se fosse hora do almoço”.

“Eu sei que teve uma época em que era o rei do underground”, ele diz. É uma linha que se reafirma posteriormente, quando ele questiona ao fim da canção: “Por que ser um rei quando você pode ser um deus?”.

Ouça “Rap God”: