Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Polêmico

Emmanuel Macron defende Gerard Depardieu em meio a alegações de agressão sexual: 'deixa a França orgulhosa'

O presidente francês se declarou um admirador do ator e disse que nunca o verão participar ‘de uma caçada humana’

Emmanuel Macron e Gerard Depardieu (Fotos: Getty Images)
Emmanuel Macron e Gerard Depardieu (Fotos: Getty Images)

Segundo informações do The New York Times, o presidente da França, Emmanuel Macron, defendeu o ator francês Gerard Depardieu, que vem foi alvo de uma série de acusações de agressão sexual nos últimos anos. O político declarou que o ator “deixa a França orgulhosa”.

Ainda na entrevista concedida à TV francesa, o político disse que é um “grande admirador” do “grande ator” e reiterou que qualquer pessoa acusada de algo era inocente até prova em contrário: “Nunca me verão participar de uma caçada humana”, disse Macron.

+++LEIA MAIS: Gerard Depardieu publica carta aberta se defendendo de acusação de agressão sexual: ‘Não sou estuprador, nem predador’

As declarações de Macron coincidem com o lançamento do documentário Gerard Depardieu: La chute de l'ogre, em que várias mulheres apresentam acusações contra o ator. Entre elas, está a atriz francesa Hélène Darras, que denunciou o ator neste ano por um caso que aconteceu em 2007.

O documentário ainda mostra Depardieu fazendo comentários sexistas durante uma viagem à Coreia do Norte em 2018. Sobre isso, Macron disse: “Vou começar a retirar a Legião de Honra de artistas ou autoridades quando eles disserem coisas que me chocam? A resposta é não… Você pode acusar alguém — talvez haja vítimas, e eu as respeito e quero que elas possam defender seus direitos. Mas também existe uma presunção de inocência.”

+++LEIA MAIS: Russell Brand recebe nova acusação de assédio sexual