Esposa de Sean Connery revela que astro 'não tinha mais vida' após ser diagnosticado com demência

Micheline Roquebrune deu o relato ao jornal inglês Daily Mail

Redação Publicado em 01/11/2020, às 16h00

None
Sean Connery e Micheline Roquebrune (Foto: Kevin Winter / Getty Images)

No último sábado, 31, Micheline Roquebrune, esposa de Sean Connery, revelou que o astro sofria de demência. As informações são do Daily Mail. O astro morreu no último sábado, 31

+++LEIA MAIS: Atrasos no novo 007 custarão US$ 1 milhão por mês ao estúdio

"Não existia mais vida para ele. Ele não era capaz de se expressar ultimamente. Pelo menos, ele morreu durante o sono e em paz. Eu estava com ele o tempo todo e ele simplesmente se foi. Era o que ele queria", declarou Micheline ao jornal inglês. A viúva ainda acrescentou que a demência o afetou demais e que ele "teve seu último desejo de ir sem qualquer problema". 

Micheline prestou homenagem ao amado como "lindo modelo de homem" e compartilhou os últimos momentos com ele

Com mais de 50 anos de carreira e 94 papéis interpretados, o astro foi a figura icônica dos filmes 007 nas décadas de 1960, 1970 e 1980. Por muitos fãs e pela crítica especializada, Sean foi considerado o “Melhor James Bond” do cinema.

+++ BK' | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL