Filme reúne curtas de terror feitos durante a quarentena; veja onde assistir

'Antologia da Pandemia' estreou na última quinta, 6 de agosto

Redação Publicado em 07/08/2020, às 20h40

None
Cena do curta “Jérôme: Um Conto de Natal”, de Beatriz Saldanha

Apesar do isolamento social e quarentena, a produção de conteúdo audiovisual é possível durante a pandemia de coronavírus - e um exemplo são os 13 curtas de terror reunidos no filme Antologia da Pandemia, que estreou nas plataformas digitais na última quinta, 6 de agosto. As informações são da Folha de Pernambuco.

+++LEIA MAIS: Cineastas Macdonald e Ridley Scott receberam mais de 300 mil vídeos para filme coletivo

A produção reúne curtas de diretores do Brasil, Uruguai, Estados Unidos, Reino Unido e Chipre. Além disso, o filme é assinado por João Pedro Fleck, Fernando Sanches, João Pedro Teixeira e Nicolas Tonsho.

O projeto foi idealizado pela Fantaspoa Produções, responsável pelo Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre. Em 2020, o evento foi realizado virtualmente devido à pandemia.

+++LEIA MAIS: Filme sobre o coronavírus não poderá ser produzido… por causa do coronavírus

Os responsáveis pelo festival resolveram fazer uma mostra competitiva online com produções realizadas durante a pandemia. Foram selecionadas 35 inscrições para a competição - e os produtores enxergaram no material a possibilidade da realização de uma antologia. Durante 10 dias, o público votou nos títulos, que estavam disponíveis no YouTube - e os com maior engajamento foram selecionados. 

“A questão geográfica é algo que inegavelmente impacta na forma como cada um vivencia a pandemia. Nos curtas brasileiros, por exemplo, podemos perceber que o atual contexto político é algo sempre presente. Mas claro, há temáticas em comum que permeiam a seleção, como a ansiedade com as incertezas a respeito do que virá e as paranoias que o isolamento traz”, explicou João Pedro Fleck à Folha de Pernambuco.

+++LEIA MAIS: Como os cinemas vão sobreviver ao isolamento social e à crise do novo coronavírus?

Além de entreter, o longa promete servir como registro histórico do período: “O horror é um gênero de contravenção e crítica social. Por trás dos monstros, fantasmas e zumbis, sempre existiu um retrato de uma época, de um momento, e a pandemia que estamos vivendo hoje é um prato cheio para o horror na sua forma mais bruta”, concluiu Fleck.

O filme está disponível para venda e locação nas plataformas iTunes, Google Play, Youtube Filmes, Vivo Play, Now e Looke.


+++RAP, FUNK E PAGODE NA ENTREVISTA COM OROCHI: 'SOU ESSA MISTURA LOUCA' 


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS