Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Consequências

Gina Carano comenta demissão de Mandalorian: 'Ficou popular me odiar e implicar comigo'

Intérprete de Cara Dune na série de Star Wars, Gina Carano foi demitida após comentários transfóbicos e emitir informações falsas sobre o Holocausto

Gina Carano em The Mandalorian (Foto: Reprodução/Disney+)
Gina Carano em The Mandalorian (Foto: Reprodução/Disney+)

Após revelar dificuldades em encontrar trabalhos após ser demitida de The Mandalorian, série de Star Wars no Disney+, após comentários transfóbicos e emitir informações falsas sobre o Holocausto, Gina Carano comentou como "tornou-se muito popular me odiar e implicar comigo."

Durante entrevista ao The Hollywood Reporter, a atriz relembrou como foi receber a notícia de que perdeu o papel de Cara Dune no seriado. "Simplesmente deitei e chorei e chorei. Eu me enrolei em posição fetal," afirmou. "Não é que eu não achasse que algo assim pudesse acontecer. É que eu não poderia imaginar que eles iriam divulgar essa declaração horrível sobre mim após trabalhar comigo – a empresa de entretenimento mais poderosa do mundo dizendo isso sobre mim."

Tornou-se muito popular me odiar e implicar comigo. A imprensa de Hollywood e os principais meios de comunicação me associaram a essa coisa de extrema-direita que não sou

+++LEIA MAIS: Gina Carano quer usar processo contra Disney para 'limpar o nome'

Por fim, Carano explicou como a indústria não a enxerga como antes: "Você se torna indesejável. E então fica tudo bem que outras pessoas desrespeitem você. Você carrega esse desrespeito e carrega toda essa vergonha, e isso afeta sua fisicalidade, sua mentalidade. Você está meio sem esperança. Então, ser capaz de revidar – me faz sentir como: 'OK. Isso é bom.'"