Grammy 2021: Confira as melhores performances da premiação

A 63ª cerimônia do Grammy teve apresentações de Taylor Swift, BTS, Billie Eilish, Harry Styles, Dua Lipa, Post Malone, John Mayer e mais

Redação Publicado em 15/03/2021, às 02h08

None
Harry Styles no Grammy 2021 (Foto: Francis Specker/ Getty Images)

Aconteceu nesta noite de domingo, 14, a 63ª cerimônia do Grammy Awards, comandada pelo comediante Trevor Noah e com apresentações de Taylor Swift, BTS, Billie Eilish, Cardi B, Doja Cat, Harry Styles, Dua Lipa, Post Malone, Black Pumas, DaBaby, Maren Morris, John Mayer, Haim, Brittany Howard e muito mais.

Realizada de forma virtual pela 1ª vez devido à pandemia do coronavírus, o formato adotado para as apresentações foi no melhor estilo Later With Jools Holland, programa da BBC em que os artistas tocam no mesmo espaço, com palcos montados lado a lado enquanto o apresentador interage e caminha entre as atrações. Mas também houve performances gravadas em outras locações.

+++LEIA MAIS: Grammy 2021: Confira todos os vencedores da noite

Cada artista utilizou de seu espaço da forma que mais o representava; construindo mega-cenários que dialogavam com a música ou com o disco apresentado, usando chroma key ou fazendo do modo mais tradicional possível: tocando com banda e sem nenhum cenário exuberante. 

Harry Styles e Billie Eilish abriram a cerimônia, cada um ao seu estilo. O ex-One Direction cantou o hit "Watermelon Sugar" em uma performance bastante elogiada com direito a passinhos de dança do moço.  Já a popstar de 19 anos cantou "Everything I Wanted" de cima de um carro e com um cenário bastante obscuro. 

Outra artista que utilizou seu espaço e momento de forma majestosa foi Taylor Swift. A cantora montou um bosque noturno inspirado em seu álbum Folklore (2020), incluindo muitas árvores e uma cabana. A loira foi acompanhada de apenas dois músicos, entre eles Aaron Dessner, do The National

Apostando no básico e no poder de suas canções, Black Pumas, Bruno Mars acompanhado de Anderson Paak (com o projeto Silk Sonic) e Maren Morris com John Mayer foram ao Grammy com suas respectivas bandas e não precisaram de nenhum super cenário para provar que uma boa canção se sustenta do jeito "oldschool" de ser, mostrando que a velha escola continua sendo também uma escola atual. 

+++LEIA MAIS: O Grammy das minas: como 2021 exaltou como nunca antes a produção feminina do mundo da música

Enquanto isso, Dua Lipaabusou do chroma key em sua performance dançante, que logo se transformou em um cenário luxuoso repleto de dançarinas à sua volta. O mesmo roteiro foi usado por Cardi B e Megan The Stallion, que juntas fizeram um dos shows mais comentados desta edição do Grammy, com direito a sampler de funk brasileiro do DJ Pedro Sampaio

Muito esperado e todo vestido de preto, o rapper - e também roqueiro, mas com um pé no pop, Post Malone fez uma apresentação de clima macabro ao cantar "Hollywood's Bleeding". Foi uma performance digna do Príncipe das TrevasOzzy Osbourne, que, inclusive, participa do mais recente álbum de Malone, Hollywood's Bleeding(2019).

Direto de Seul, Coreia do Sul, o grupo fenômeno de K-pop BTS não ficou de fora da premiação e gravou uma performance especial para o evento, que começou dentro de um estúdio e terminou no topo de um arranha-céu cheio de luzes. 


+++ LAGUM: 'BUSCAMOS SER GENUÍNOS' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL