Há 25 anos sem Kurt Cobain: o líder do maior grupo de grunge de todos os tempos

Em homenagem ao vocalista, seu ex-empresário lançou a biografia 'Serving the Servant: Remembering Kurt Cobain'

Redação Publicado em 05/04/2019, às 13h00

None
Kurt Cobain (Foto: AP)

Nesta sexta, 5, completam 25 anos da morte de Kurt Cobain. O artista tirou a sua própria vida em abril de 1994 aos 27 anos. 

O vocalista e guitarrista, liderou a maior banda de grunge de todos os tempos, e se tornou um ícone do século 20 em diante. 

O Nirvana foi responsável por transformar todo o cenário da música nos anos 90. Suas canções já falavam sobre temas relevantes como a importância do feminismo, direitos LGBT e autenticidade da atitude punk. 

+++ 52 anos de Kurt Cobain: veja 7 frases marcantes do vocalista do Nirvana

Cobain durante a sua vida cantou sobre como se sentir estúpido (“Smells Like Teen Spirit”), feio (“Lithium”) e desiludido (“Something in the Way”), e desafiou as convenções do rock ao reconhecer que as mulheres eram pessoas, não objetos (“Polly ”).

Décadas depois da voz de Kurt Cobain ser ouvida pela primeira vez nas rádios, o líder do Nirvana continua influênciando uma legião de pessoas até hoje. 

Na última segunda, 2, o ex-empresário do Nirvana, Danny Goldberg lançou o Serving The Servant: Remembering Kurt Cobain - uma biografia com as suas memórias do vocalista, entrevistas com Courtney Love, Krist Novoselic e outros membros da família e amigos de Cobain, além de arquivos que antes não estavam disponíveis ao público.

Goldberg afirma que finalmente está pronto para relembrar a sua trajetória ao lado de Cobain. O ex-empresário o conheceu em 1990 e acompanhou o processo de Nevermind.

A partir disso, durante os três anos e meio que trabalhou com Cobain, ele foi testemunha do Nirvana virar um fenômeno mundial. 

"Cobain estava à frente de todo mundo com a sua geniliadade e humanidade", admite Goldberg. 

Algoritmo da Vida: novo projeto da Rolling Stone Brasil busca sintomas de depressão mas redes sociais para prevenção do suicídio: