Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Homem é preso por assédio e invasão de privacidade de Taylor Swift

Mitchell Taebel tentou contato com Taylor Swift pelas redes sociais e no apartamento da cantora

Redação Publicado em 11/06/2023, às 10h52

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Taylor Swift (Foto: Getty Images)
Taylor Swift (Foto: Getty Images)

Mitchell Taebel foi preso por stalking, invasão de privacidade, intimidação e assédio de Taylor Swift. O homem do estado de Indiana, nos Estados Unidos, foi detido no dia 2 de junho pelas acusações, segundo a CNN (via NME). 

Taebel fez diversas tentativas de contatar Taylor em sua casa e por meio das redes sociais. No dia 29 de março, ele teria enviado uma mensagem de voz à cantora afirmando que "iria usar uma bomba caso não conseguisse estar com sua alma gêmea."

O pai de Swift e dançarinos de sua turnê também teriam recebido mensagens do homem. Além de se referir a artista como sua "alma gêmea" novamente, Taebel ameaçou os dançarinos caso houvesse uma "performance sexual da faixa 'Vigilante Shit.'"

+++ LEIA MAIS: Taylor Swift: Pré venda esgota em menos de 40 minutos e fila chega a 1 milhão de pessoas simultâneas

Antes dos shows da turnê The Eras em Nashville em maio, o homem teria viajado até a cidade e tentou invadir o prédio onde Swift possui uma cobertura. A polícia foi chamada na ocasião, mas ele conseguiu escapar.

Taebel recebeu uma ordem de restrição, mas não respeitou a medida. Ele terá que pagar multa de US$ 15 mil (cerca de R$ 73 mil). Nos primeiros depoimentos, o acusado se declarou inocente. Há uma nova audiência marcada para o dia 27 de julho.

+++ LEIA MAIS: Como Taylor Swift resgatou tendência nostálgica da pulseira de amizade entre fãs