John Hughes, diretor de Curtindo a Vida Adoidado, morre aos 59 anos

De Clube dos Cinco a Esqueceram de Mim, baú da cultura pop foi abastecido por duas décadas pelo cineasta, vítima de infarto, em Nova York

Da redação Publicado em 06/08/2009, às 19h28

John Hughes, responsável por clássicos teens dos anos 80 como Curtindo a Vida Adoidado, morreu nesta quinta, 6, aos 59 anos. Residente de Chicago, o cineasta estava em Nova York para visitar a família quando sofreu ataque cardíaco fatal, durante uma caminhada em Manhattan, esta manhã. A notícia chegou por Michelle Bega, identificada pelo canal norte-americano ABC como porta-voz do ator.

Os filmes de Hughes têm lugar à cabeceira na cultura pop dos anos 80 e 90. Como diretor, emplacou os hits Gatinhas e Gatões, Clube dos Cinco, Mulher Nota 1000 e A Garota de Rosa-Shocking - todos figurinhas fáceis na Sessão da Tarde, espaço da Globo dedicado a obras juvenis.

Após A Malandrinha, de 1991, ele abdicou do cargo de diretor. Mas nem por isso deixou de colaborar com Hollywood, tendo roteirizado franquias como Esqueceram de Mim e Beethoven. Já nos anos 80 assinou o primeiro filme da série Férias Frustradas, com o comediante Chevy Chase.

A temporada recente foi menos produtiva para Hughes, que assinou o roteiro de apenas um filme em seis anos: Meu Nome É Taylor, Drillbit Taylor, com Owen Wilson.

Hughes deixa dois filhos, John e James, e sua mulher, Nancy Hughes, com quem completaria 40 anos de casamento.