Julian Casablancas anuncia disco com mensagem de anticorporativismo

Tyranny, que será lançado em setembro, custará US$ 3,87

Redação Publicado em 23/06/2014, às 19h26 - Atualizado às 20h30

Imagem divulgada por Julian Casablancas e a banda The Voidz
Reprodução

Julian Casablancas anunciou o nome, a capa e a data de lançamento de seu segundo disco solo. Tyranny, o sucessor de Phrazes for the Young - lançado em outubro de 2009 -, é assinado pelo frontman do Strokes e o grupo Voidz.

Exclusivo: Julian Casablancas joga futebol, diz ser fã de Beethoven e confessa que quer confundir os fãs .

“A tirania se manifestou de muitas formas ao longa da história”, disse Casablancas em uma coletiva de imprensa. “Agora, o bom nos negócios é colocá-lo acima de tudo. Corporações se tornaram o novo ‘governante’. As decisões são feitas como se fossem de um rei medieval: focar no que dá lucro e ignorar e reprimir a verdade sobre qualquer sofrimento que ele possa causar (como a música pop).”

Dez anos de Room on Fire, do Strokes: “Conseguíamos sentir os olhos do mundo em nós”, diz produtor.

O preço de Tyranny reforça essa mensagem anticorporativa: o álbum está disponível para pré-venda no site do selo Cult Records, de Casablancas, por US$ 3,87. O disco será lançado oficialmente dia 23 de setembro.

Assista abaixo aos teasers do álbum: