Júri declara Bill Cosby culpado por agressão sexual a menor de idade nos anos 1970

Judy Huth alegou que sofreu agressão sexual de Bill Cosby na Mansão da Playboy quando tinha 16 anos

Redação Publicado em 22/06/2022, às 11h33

None
Bill Cosby (Foto: Matt Slocum/AP)

Bill Cosby foi condenado em processo movido por Judy Huth que alegou que ele a agrediu sexualmente na Mansão Playboy em 1975, de acordo com informações do TMZ. O júri de Santa Mônica, Califórnia, EUA, concedeu a ela a indenização de US$ 500 mil.

Huth tinha 16 anos quando ela e um amigo de 17 anos conheceram Cosby em um set de filmagens em um parque. Segundo ela, o comediante convidou eles para a Mansão da Playboy alguns dias depois.

+++ LEIA MAIS: Bill Cosby pode perder sua estrela na Calçada da Fama de Hollywood

Ela afirmou que ficou sozinha com Cosby em um quarto da mansão, onde ele colocou a mão dentro da calça dela. Huth disse que mentiu para ele sobre estar menstruada para ele parar, mas Cosby forçou a mão dela no pênis ereto e a usou para masturbá-lo até ejacular.

De acordo com TMZ, Cosby não compareceu ao julgamento, mas o júri mostrou um vídeo de um depoimento do comediante, no qual ele nega as acusações de Huth e diz não se lembrar que eles se encontraram. No entanto, o advogado dela mostrou uma foto dos dois na Mansão da Playboy como prova.

+++ LEIA MAIS: #TimesUp para Bill Cosby: comediante é julgado culpado por abuso sexual e pode pegar 30 anos de prisão

Mesmo assim, a defesa de Cosbey insistiu que as alegações de Huth era apenas uma tentativa dela de lucrar em cima da situação. Ela entrou na justiça apenas em dezembro de 2014, alegando que a agressão resultou em ataques de ansiedade e flashbacks no início daquele ano.

A advogada de Huth, Gloria Allred, disse ao TMZ: “Hoje nossa cliente, Judy Huth, ganhou uma mudança real porque lutou contra Bill Cosby um passo de cada vez ao longo de sete anos e meio, e provou com o veredicto do júri que o Sr. Cosby a agrediu quando ela era menor, e que ele deveria ser responsabilizado pelo que fez com ela. Estamos orgulhosos da Sra. Huth e de nossa vitória contra Bill Cosby."