Pulse

Justin Bieber defende Chris Brown: uma mistura de Michael Jackson e Tupac

Artista canadense comparou o amigo a duas estrelas do pop e do rap em um post publicado nas redes sociais

Redação Publicado em 04/05/2019, às 14h07

None

Justin Bieber fez questão de mostrar seu apoio a Chris Brown frente ao boicote sofrido pelo artista em tentativas de realizar parcerias recentes. Brown tem sido negado por conta do seu histórico de violência contra mulheres.

Na sexta-feira, 3, Bieber usou as redes sociais para publicar uma imagem de Brown na qual mostrava que o cantor era uma união entre Michael Jackson e Tupac Shakur. Na legenda, ele explicava que a arte de Brown era subvalorizada, tal qual o artista pop e o rapper.

"Todos esperam a pessoa morrer para dar o crédito que eles merecem. Estou avisando agora, muitos anos antes da morte de CB, que vocês vão sentir falta daquilo que está diante de vocês neste tempo todo. A pessoas negligenciaram o talento desse homem por causa de um erro que ele cometeu. Vocês precisam reavaliar isso", escreveu.

Tanto Michael Jackson quanto Tupac também foram acusados em vida. Jackson até hoje, 10 anos depois da sua morte, tem sua imagem ligada às acusações de abuso infantil. Já Tupac também foi parar atrás das grades ao ser acusado de agressão sexual.

Brown, por sua vez, se se declarou culpado de agredir Rihanna, em 2019, e também é alvo de outro processo no qual ele foi acusado de estupro em Paris, na França.

Recentemente, a banda escocesa Chvrches criticou um antigo colaborador, chamado Marshmello, por trabalhar com Brown. Depois disso, Lauren Mayberry, líder do grupo, passou a ser ameaçada de morte.

Veja o post de Justin Bieber completo abaixo: 

+++ Cheia de amor, Cynthia Luz se posiciona como dona da voz (rouca) em ascensão do pop e R&B nacional