Justin Bieber se entrega para a polícia por suposta agressão a motorista de limusine

Enquanto os problemas legais do popstar continuam, uma petição recolhe assinaturas para deportá-lo dos Estados Unidos

Redação Publicado em 30/01/2014, às 11h07 - Atualizado às 11h55

Justin Bieber mugshot
Reprodução / Twitter

Menos de um dia depois de ter sido convocado a se explicar para a corte de Miami no dia 14 de fevereiro, ocasião em que terá que se defender das acusações de dirigir embriagado e resistir à prisão, Justin Bieber se entregou para a polícia de Toronto por causa de um incidente diferente, uma suposta agressão ao motorista de uma limusine no ano passado.

Justin Bieber decepciona fãs ao encerrar show de forma abrupta em São Paulo.

Segundo o site da agência The Associated Press, um motorista que dirigia a limusine do cantor alegou que um membro da equipe do popstar o agrediu, mas ainda não ficou claro se Bieber estava pessoalmente envolvido no caso.

Febre teen: os 25 momentos mais explosivos de ídolos adolescentes.

O advogado dele divulgou um comunicado afirmando a inocência de seu cliente. "O Serviço de Polícia de Toronto pediu para que Justin Bieber se apresentasse hoje para resolver uma questão ligada a uma agressão ocorrida no dia 29 de dezembro de 2013", disse Howard Weitzman. “Nossa posição é de que o senhor Bieber é inocente. Como o problema agora cabe à corte, não seria apropriado falar sobre as questões específicas da alegação ou qual será a nossa defesa.”

Não tem sido um mês fácil para Bieber, que foi preso em Miami Beach na semana passada por “disputar racha” com o músico Khalil Sharieff. O músico de 19 anos não passou nos dois testes de sobriedade que foram aplicados e resistiu à prisão.

A prisão aconteceu logo depois da casa dele, na Califórnia, ter sido inspecionada após ele supostamente ter jogado ovos na casa de um vizinho. Na ocasião, um amigo de Bieber por preso sob a acusação de posse de cocaína.

Por causa dos recentes problemas legais do cantor, foi criada uma petição no site da Casa Branca pedindo para que a administração de Obama deporte Bieber dos EUA tome de volta o Green Card dele. Mais de 150 mil assinaturas já foram coletadas. A Casa Branca disse que vai analisar qualquer abaixo-assinado que consiga mais do que 100 mil nomes.