Lollapalooza 2019: Mesmo com músicas polêmicas, Bring Me The Horizon impressiona plateia

Recentemente, a banda causou polêmica ao xingar o presidente Jair Bolsonaro e mudar completamente seu estilo musical

Yolanda Reis Publicado em 06/04/2019, às 19h05

None
Olliver Syker, vocalista do Bring Me The Horizon (Foto:Camila Cara)

Houve quem dissesse que Bring Me The Horizon tinha perdido seus fãs ao mudar radicalmente de estilo musical - do metal ao pop.  O fato de terem conseguido seu primeiro hit a atingir o topo das paradas com o disco amo, lançado em 2019, desmente essa afirmação. E para quem ainda tinha dúvidas, bastava assistir a apresentação deles no Lollapalooza deste sábado, 6.

A banda foi a primeira a subir ao palco Onix após o caos gerado pela chuva e pela ventania, e começaram a tocar enquanto Snow Patrol ainda estava no palco principal. Mas não demorou muito para o show do BMTH lotar - e muito!

+++ Quer saber o que esperar do show do Kings of Leon? Vem ler nossas impressões 

A banda tocou seus dois estilos intercalados. Enquanto músicas como "Mother Tongue" e "Mantra" embalavam todo mundo em dança e cantoria, faixas como "House of Wolves" promoveram muitos bate-cabeças.

Na quarta, 3, a banda fez show junto com o Fever 333 em São Paulo. Na apresentação, Oliver Sykes, o vocalista, xingou o presidentr Jair Bolsonaro em português. Mas durante o festival, decidiu deixar o protesto político de lado.

+++ Perdeu o primeiro dia de Lolla 2019? Veja tudo que rolou 

Se tem uma banda que pode conquistar uma plateia - a ponto de fazer todo mundo ajoelhar em um chão enlameado, é o Bring Me The Horizon. Com carisma, Sykes interagiu o tempo inteiro com os fãs, deixou todos impressionados e com gostinho de quero mais.