Marie Fredriksson, vocalista do Roxette, morre aos 61 anos

A musicista lutava contra um câncer no cérebro há 17 anos

Redação Publicado em 10/12/2019, às 10h25

None
Marie Fredriksson (Foto: Suvad Mrkonjic / TT via AP)

Marie Fredriksson, líder do grupo Roxette, morreu nesta segunda, 9, aos 61 anos. A musicista lutava contra um câncer no cérebro desde 2002. O comunicado oficial foi divulgado pelo empresário da estrela sueca. 

Há 17 anos lutando contra a doença, a cantora passou por tratamentos agressivos, sofreu alguns danos permanentes e teve os movimentos do lado direito do corpo afetados. Durante os anos de tratamento, a cantora se dedicou a escrever sobre o medo que sentia da doença no disco solo The Change

+++ LEIA MAIS: Yoko Ono, Linda McCartney e mais: 6 musas que inspiraram grandes astros do rock

Em 2016, Fredriksson foi aconselhada pela equipe médica a se afastar dos palcos para se concentrar na própria saúde. 

A sueca fazia dupla com Per Gessle (vocal, guitarra) e juntos venderam mais de 80 milhões de discos.

O auge da banda foi entre as décadas de 1980 e 1990 com sucessos como "The Look", "Joyride" e "It Must Have Been Love" - single do Natal de 1987, que foi reescrito para ser incluído na trilha sonora de Pretty Woman, em 1990. 

+++ LEIA MAIS: Linkin Park é banda de rock mais ouvida no streaming Deezer em 2019 - mesmo sem músicas novas há 2 anos

"Você era a amiga mais maravilhosa há mais de 40 anos", disse o colega de banda, Per Gessle. "As coisas nunca serão as mesmas."

Ao todo, o duo gravou 11 discos, sendo Good Karma, lançado em 2016, o mais recente. 

+++ SCALENE SOBRE RESPIRO: 'UM PASSO PARA TRÁS, RESPIRAR E VER AS COISAS DE UMA FORMA NOVA'