Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Matthew McConaughey revela ter sido molestado e chantageado quando jovem: "Fui drogado e foi feio"

Em recente entrevista a um podcast, Matthew McConaughey falou sobre os traumas pelos quais passou antes de sua carreira

Redação Publicado em 20/09/2022, às 17h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Matthew McConaughey (Foto: Getty Images)
Matthew McConaughey (Foto: Getty Images)

Aos 52 anos, Matthew McConaughey já falou sobre os traumas de seu passado no livro Greenlights, de 2020. Agora, em recente entrevista ao podcast The Conversation: About the Men, o ator lembrou de dois grandes traumas de sua adolescência — quando ele foi ameaçado a ter relações sexuais e, mais tarde, quando foi drogado e molestado.

Estrela de filmes como Clube de Compras Dallas (2013) e Como Perder um Homem em 10 Dias (2003), McConaughey começou sua carreira em meados dos anos 1990. Antes de alcançar os holofotes, entretanto, ele passou por uma chantagem sexual durante a adolescência e, aos 18 anos, foi drogado e abusado sexualmente por um homem.

Durante a entrevista, McConaughey ainda revelou que apenas entendeu os abusos pelos quais passou quando lembrou dos conselhos que recebia dos seus pais quando jovem. Isso porque, segundo o ator, ele conheceu os conceitos de intimidade e consentimento graças ao pai.

+++LEIA MAIS: Matthew McConaughey pede por reforma na lei de porte de armas após tiroteio em escola: 'Não deveria ser uma questão partidária'

"Bem, eu fui ensinado, fui orientado por meus pais sobre respeito por uma mulher, respeito pelo relacionamento, respeito pela intimidade sexual, respeito pelo espaço. E ele dizia: 'Filho, como um homem na situação', falando comigo sobre um relacionamento heterossexual, 'Se você sentir a garota, a mulher, hesitar, pare'."

Foi recordando dos conselhos do pai que McConaughey finalmente entendeu pelo que passou aos 15 anos, quando foi chantageado a ter relações sexuais — e compreendeu que a situação não fora natural de nenhuma maneira. “Ficou muito claro, de novo, como aquilo não estava certo, não era legal, não era do jeito que as coisas são”, disse.

Depois disso, eu tive algumas relações sexuais saudáveis ​​e me relacionei com garotas que eu gostava e que gostavam de mim. E lentamente nos tornamos íntimos e era bonito e desajeitado, e todas essas coisas, mas não era feio [como foi em sua primeira experiência].”

+++LEIA MAIS: Magic Mike: Matthew McConaughey implora retorno ao filme: 'Channing Tatum, me liga!'

Poucos anos mais tarde, no entanto, o ator foi drogado e abusado sexualmente aos 18 anos, mas não conseguiu relacionar a problemática dos dois acontecimentos durante muito tempo. “Eu não conectava as duas coisas”, comentou ele, ainda no podcast.

McConaughey admitiu que nunca fez terapia para superar os traumas pelos quais passou, mas também afirmou que ama muito sua vida para permitir que eles definam seu caminho. Nesse sentido, o ator disse acreditar demais nas pessoas e que não irá viver com medo por culpa das coisas terríveis e violentas que aconteceram com ele.

“Não vou ter medo de relacionamentos porque minha primeira experiência foi chantagem. Não é assim que as coisas são. Não vou deixar isso influenciar meu senso de confiança nas pessoas. Estou negando que isso aconteceu? Não. Foi feio. Mas não vou carregar isso, essa bagagem para a vida, para como trato as pessoas e como confio nelas.”