Porta-voz diz que foi Megan Fox que decidiu deixar elenco de Transformers 3

Representante informou que a atriz não foi demitida pelo diretor Michael Bay

Da redação Publicado em 20/05/2010, às 16h14

Parece que a novela sobre a saída de Megan Fox da produção Transformers 3 vai longe. Em entrevista à People, o representante da atriz afirmou que a decisão de deixar o filme foi tomada pela própria, ao contrário do que vem sendo especulado a respeito de uma possível demissão.

"Megan Fox não estará em Transformers 3. A decisão de não retornar é dela e a atriz deseja o melhor à realização do próximo filme da franquia", disse o porta-voz à publicação norte-americana. Se de fato foi escolha dela, as razões teriam sido os problemas em termos de convivência com diretor Michael Bay, de quem a atriz já havia reclamado diversas vezes em entrevistas.

Logo após a divulgação da saída da atriz, diversos sites informaram que foi Bay quem descartou a presença de Fox no elenco, justificando que seria mais interessante para o personagem de Shia Labeouf ter um novo amor no terceiro longa da franquia. Boatos, então, passaram a circular, informando que a "alteração no roteiro" seria somente uma desculpa de Bay para demitir a atriz, uma vez que teria se sentido incomodado com as declarações dela a seu respeito. Gemma Arterton é o nome mais cotado para ocupar o posto.

Em setembro, em entrevista a uma publicação britânica, a atriz reclamou sobre o diretor. "Ele é como um Napoleão e quer construir essa reputação insana de alucinado. Ele quer ser como um Hitler no set, e consegue. É um pesadelo trabalhar com ele", disse. Na época, o diretor negou que fosse tirá-la do filme por esta razão. Recentemente, a Megan Fox teria provocado Bay mais uma vez, dizendo à revista Allure, que, "para interpretar Mikaela, teve que se bronzear muito e que não faria isso de novo, pois correria o risco de pegar um câncer de pele".