Melissa McCarthy explica o “confuso” trailer de As Caça-Fantasmas

Atriz diz que enredo do reboot “não depende” do filme original dos anos 1980, depois que vídeo entrou em lista de mais “rejeitados” do YouTube

Rolling Stone EUA Publicado em 03/05/2016, às 16h45 - Atualizado às 17h23

Galeria - filmes aguardados 2016 - As Caça-Fantasmas
Reprodução

A atriz Melissa McCarthy admitiu que o primeiro trailer de As Caça-Fantasmas foi “muito confuso”, em entrevista ao The Johnjay and Rich Show. O comentário dela vem depois de o clipe receber tantos cliques de “não gostei” no YouTube que já está entre os 100 vídeos mais “rejeitados” da plataforma.

Melissa explica que, ainda que o vídeo – e o levemente diferente segundo trailer do longa – começe com a frase “30 anos atrás...”, o novo filme “não depende” do original, lançado em 1984, e nem da sequência dele, de 1989.

“É um reboot, não um remake”, disse ela. “Sei que é estranho que eles dizem ’30 anos atrás’, mas, neste filme, é como se o primeiro não tivesse acontecido. É aquela mesma grande história, mas contada de um jeito totalmente diferente. Mas é a mesma coisa de quatro heróis improváveis: passa-se na cidade de Nova York [e] fantasmas estão tomando conta.”

LEIA TAMBÉM

[Galeria] Os filmes mais aguardados de 2016

Kristen Wiig revela por qual razão decidiu atuar em As Caça-Fantasmas

As Caça-Fantasmas: assista ao trailer oficial

Melissa diz que ela mesma “não entendeu direito” o aviso de “30 anos depois” no começo do trailer. “Acredite, isso foi perguntado. Eu fiquei tipo: ‘Acho que isso é muito confuso’. Mas daí todo mundo disse: ‘Não nos importamos com o que você pensa’.”

Desde que saiu, no começo de março, o trailer de As Caça-Fantasmas já acumulou mais de 30 milhões de visualizações e aproximadamente 650 mil “não curtidas” (até o fim deste texto). Ainda que haja muitas mudanças nos vídeos mais “rejeitados” do YouTube, o número de “não curtidas” do trailer de As Caça-Fantasmas é fora do comum.

Na média, para cada 46 visualizações, o trailer ganha um polegar para baixo (segundo o site de cinema ScreenCrush). Enquanto isso, o vídeo de “Baby”, de Justin Bieber, o mais “não gostado”, com 6 milhões de polegares para baixo, tem uma razão de 226:1, e “Gangnam Style”, do Psy (o quarto na lista, com 1,5 milhão de rejeições) tem uma razão de 1,666:1. É importante notar, também, que os outros vídeos estão há anos no YouTube, enquanto o trailer de As Caça-Fantasmas foi recentemente publicado.

O diretor, Paul Feig, deixou subentendido que os cliques contrários ao trailer são parte de um esforço conjunto – possivelmente com insinuações misóginas – em entrevista ao The Guardian, acrescentando que “os que odeiam nosso trailer estão orgulhosos do fato de que eles ajudaram a chegar em 400 mil [atualmente 600 mil] ‘não curtidas’ contra 200 curtidas.”

“Contudo [devido ao número de visualizações], isso não é uma maioria de acordo com nenhum padrão”, seguiu ele. “Alguns deles são aquelas pessoas que não querem mexer em algo consolidado – e simpatizo com isso. Mas aqueles que estão odiando por que é protagonizado por mulheres? Não tem pé nem cabeça.”

Além de Melissa, As Caça-Fantasmas tem como protagonistas Kristen Wiig, Leslie Jones e Kate McKinnon, com estreia agendada para 14 de julho.