Morre Andy Gill, líder da Gang of Four - a 'melhor banda política do rock'

A banda de post-punk impressionou a Rolling Stone nos anos 1970 - e figura entre as mais conceituadas no cenário musical da época

Redação Publicado em 01/02/2020, às 17h57

None
Jon King (esq.) e Andy Gill (dir., guitarra na mão) tocam com a Gang of Four em Nova York, 2011 (Foto: Jason DeCrow / AP)

Andy Gill, guitarrista e integrante-fundador da Gang of Four, morreu neste sábado, 1, aos 64 anos, de acordo com texto compartilhado pelos colegas de banda e pela esposa, Catherine. O músico tinha desenvolvido um problema respiratório durante turnê na Ásia em 2019.

Catherine Mayer, esposa de Gill, foi ao Twitter para lamentar a morte do amado. “A dor é o preço da alegria extraordinária de quase três décadas com o melhor homem do mundo,” escreveu.

+++ LEIA MAIS: João Gordo relembra noite louca com Kurt Cobain: “Ressaca épica”

“Nosso grande amigo e líder supremo morreu hoje,” lamentaram os integrantes da Gang of Four - Thomas McNeice, John Sterry e Tobias Humble. “A última turnê de Andy em novembro foi, de fato, a única maneira imaginável dele se despedir: com uma [guitarra] Stratocaster no pescoço, gritando no microfone e ensurdecendo todo mundo na fileira da frente.”

Ainda nas palavras dos integrandes da banda de post-punk: “Um dos melhores da história, a influência dele na guitarra e o processo criativo eram inspirações para nós e para todos aqueles que trabalharam com ele ou ouviram as músicas dele. Os álbuns e produções dele falam por si mesmo. Vão lá ouvir, por ele.”

+++ LEIA MAIS: RuPaul já foi vocalista de uma banda punk nos anos 1980; assista 

Gang of Four nasceu em 1977, e foi sempre uma das bandas mais queridinhas da Rolling Stone EUA.Pela revista, foi eleita como "a melhor banda politicamente motivada do rock & roll," e Entertainment!, disco de estreia, figura na lista dos 40 Melhores Álbuns de Punk e também está entre os 500 Melhores Álbuns da RS.

A banda combinava as guitarras alucinadas do punk com um quê do funk, do disco, do dub. Eram agressivos e escrachados (“At Home He's A Tourist” nunca tocou na BBC por fazer piadas com camisinhas) e falavam de marxismo e desobediência civil em época que as palavras arrepiavam os pelos do braço dos bons cidadãos.

+++ LEIA MAIS: Billie Joe Armstrong recria capa icônica dos Beatles e Frances Bean Cobain aprova; veja

Embora Gang of Four tenha lançado quatro discos, Entertainment! segue sempre em destaque. Se quiser seguir o conselho da banda e ouvir músicas para homenagear Andy Gill, é uma boa aposta. 

 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL