Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Morre Cherry Valentine, drag queen de RuPaul's Drag Race UK, aos 28 anos

George Ward ainda trabalhava com enfermagem psiquiátrica no Reino Unido e partiu no último domingo, 18, segundo sua família

Redação Publicado em 23/09/2022, às 12h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cherry Valentine (Foto: Reprodução/ Youtube/ WOWPresents)
Cherry Valentine (Foto: Reprodução/ Youtube/ WOWPresents)

O enfermeiro George Ward, conhecido mundialmente como a drag queen Valentine, faleceu no último domingo, 18, aos precoces 28 anos de idade. Em comunicado feito através da agente da artista, a família de Ward revelou a triste notícia, mas sem dar muitos detalhes.

É com o coração dolorido e a mais profunda tristeza que informamos a vocês que nosso GeorgeCherry Valentine – faleceu tragicamente”, afirmou a família. “Isso será um choque profundo para a maioria das pessoas e entendemos que não há uma maneira fácil de anunciar isso.”

“Como sua família, ainda estamos processando sua morte e nossas vidas nunca mais serão as mesmas. Entendemos o quanto ele é amado e quantas vidas ele inspirou e tocou. Tudo o que pedimos é sua paciência e suas orações neste momento. Nós te amamos Georgie. 30 de novembro de 1993 – 18 de setembro de 2022”, finalizou a nota.

+++LEIA MAIS: RuPaul nega rivalidade com Pabllo Vittar e elogia drag queen: 'Amo'

George Ward fez sucesso no universo dos reality shows ao participar da segunda temporada de RuPaul’s Drag Race UK. Cherry Valentine acabou ficando em 12º lugar na competição, mas conquistou uma comunidade de fãs no processo — tamanho foi seu sucesso que o canal BBC criou o documentário Cherry Valentine: Gypsy Queen and Proud, sobre a história de Ward.

Acontece que Valentine nasceu em uma família itinerante e cresceu em meio à comunidade de ciganos, ao lado de “mulheres fabulosas”, como ele mesmo afirmou em entrevista à BBC. O documentário, nesse sentido, trata do impacto da vida itinerante em sua carreira.

Longe dos holofotes, entretanto, George Ward, que se identificava como uma pessoa gênero-fluido, também trabalhava com enfermagem psiquiátrica através do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido. “Eu simplesmente amo as pessoas. Gosto de ouvir as histórias das pessoas e conversar com elas. Drag é minha paixão e meu sonho, mas eu amo ser enfermeira – é algo que sempre farei”, afirmou, ainda à BBC.

+++LEIA MAIS: Grag Queen revela se toparia uma temporada de 'Drag Race' [ENTREVISTA]

Ward, inclusive, envolveu-se com o lançamento da vacina contra o Coronavírus durante a pandemia. “A Covid foi um choque enorme para todos e eu senti: ‘Bem, sou uma enfermeira qualificada, preciso fazer alguma coisa’”, lembrou. Lamentada pela comunidade Drag de todo o mundo, a causa da morte de Valentine não foi revelada por sua família.