Morre McCoy Tyner, lenda do jazz que tocou com John Coltrane, aos 81

A informação foi divulgada na página oficial do músico no Facebook

Redação Publicado em 06/03/2020, às 18h06

None
McCoy Tyner (Foto: AP Photo/Jason DeCrow)

McCoy Tyner, considerado um dos maiores pianistas do jazz, morreu, aos 81 anos, nesta sexta, 6 de março. A informação foi anunciada na página oficial do músico no Facebook. A causa da morte não foi divulgada. 

+++LEIA MAIS: A partir de parcerias com rap, Badbadnotgood impulsiona o jazz para o mainstream [ENTREVISTA]

Nascido na Filadélfia, Tyner começou a estudar piano aos 13 anos. Aos 21, o saxofonista John Coltrane o convidou para se tornar um membro do famoso quarteto musical dele, em atividade desde 1959.

As gravações do quarteto, formado por Tyner, Coltrane, o baixista Jimmy Garrison e o baterista Elvin Jones renderam discos clássicos, como My favorite Things e A Love Supreme.

+++LEIA MAIS: Disco de John Coltrane com versões inéditas ganha primeiro single e data de lançamento; ouça "Blue World"

Depois de deixar o quarteto em 1965, o pianista tocou com músicos de renome como Art Blakey, Donald Byrd, Carlos Santana, Wayne Shorter, Lee Morgan, Grant Green, Stanley Clarke e muitos outros. 

Além das colaborações, o músico também lançou diversos discos solo, entre eles The Real McCoy, Tender Moments, Expansions e Extensions. Ao longo da carreira, Tyner recebeu quatro prêmios Grammy. Ele é considerado um dos pianistas de jazz mais influentes do século XX.

+++ LEIA MAIS: Carreira de Miles Davis, lenda do jazz, é foco de novo documentário; assista ao trailer


+++ SESSION ROLLING STONE BRASIL: DELACRUZ - ANESTESIA