Morre o sambista Dominguinhos do Estácio, aos 79 anos

Considerado uma das maiores vozes do samba carioca, Dominguinhos do Estácio estava internado desde 11 de maio

Redação Publicado em 31/05/2021, às 09h37

None
Dominguinhos do Estácio (Foto: Reprodução/Instagram)

Dominguinhos do Estácio, compositor e intérprete de samba-enredo, morreu na noite de domingo, 30, no Rio. Multicampeão na Sapucaí e considerado uma das maiores vozes do samba carioca, o artista estava internado desde 11 de maio no Hospital Azevedo Lima, em Niterói, devido a uma hemorragia cerebral. As informações são do O Globo.

Uma nota de pesar foi publicada no perfil de Dominguinhos do Estácio nesta segunda, 31: "É com muita tristeza que viemos através dessa rede social comunicar o falecimento do nosso querido mestre, Dominguinhos do Estácio. O mesmo seguia internado desde o dia 11 de maio em decorrência de complicações em seu quadro de saúde e na noite do dia 30 o cantor e intérprete Dominguinhos do Estácio veio a óbito. Que nossa senhora de Nazaré o receba de braços abertos. Desejamos nossos pêsames a todos os amigos e familiares".

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Dominguinhos Do Estácio (@dominguinhosestacio.oficial)

 

+++LEIA MAIS: Morre Nelson Sargento, lenda do samba, vítima de Covid-19 

Dominguinhos nasceu no morro do Estácio, no Rio de Janeiro - local que se tornou parte do sobrenome do músico. A carreira artística começou como ritmista do bloco Bafo da Onça, e em 1960, foi a vez de estrear na escola de samba Unidos de São Carlos - nomeada, em 1983, como Estácio de Sá.

Em 1981 e 1989, foi vencedor na escola Imperatriz Leopoldinense com o "Só dá Lalá" e "Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós", respectivamente. Também foi campeão em 1992 com "Pauliceia desvairada" na Estácio - único título da escola na elite, até a atualidade. Foram 5 títulos de campeão carioca ao longo da carreira.

+++LEIA MAIS: Dossiê: o Samba de Roda e o Prato-e-Faca

O artista também gravou oito discos e foi integrante do grupo Puxadores do Samba, formado também por Jackson Martins, Preto Jóia, Serginho do Porto e Wantuir


+++ SUPLA | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL