Morre aos 88 anos Sérgio Britto

Ator e diretor, um dos nomes mais importantes do teatro brasileiro, estava internado desde novembro com problemas cardiorrespiratórios

redação Publicado em 17/12/2011, às 12h02 - Atualizado às 13h59

Sérgio Britto
TV Globo/Divulgação

Morreu neste sábado, 17, o ator e diretor Sérgio Britto. Um dos maiores nomes do teatro brasileiro, o artista estava internado desde novembro no Hospital Copa D'or, no Rio de Janeiro, para tratar problemas cardiorrespiratórios. Ele tinha 88 anos.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Há alguns meses, Britto já vinha apresentando problemas de saúde – em agosto, ele foi internado no Copa D’or com bronquite e infecção respiratória. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o velório ocorrerá na tarde deste sábado na Alerj, Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Sérgio Britto dirigiu a primeira telenovela da Rede Globo, Ilusões Perdidas, em 1965. Seis anos antes, em São Paulo, fundou, ao lado de Gianni Ratto, Fernanda Montenegro, Fernando Torres e Ítalo Rossi, o Teatro dos Sete. No Rio, na década de 80, foi responsável pelo Teatro dos Quatro, sala que funciona até hoje.

A carreira no teatro começou nos anos 40, quando Britto tinha pouco mais de 20 anos (ele nasceu em 29 de junho de 1923, no Rio). Ele chegou a se formar medicina, pela vontade dos pais – e a imposição da carreira fez com que tentasse, aos 22 anos, cometer suicídio, cortando os pulsos.

Em 2011, o artista atuou na peça Recordar É Viver, ao lado de Suely Franco.