Morte de Tom Capone completa cinco anos

Vítima de acidente de moto fatal em 2004, produtor foi responsável por trabalhos de artistas como Maria Rita, Skank, Frejat e Gilberto Gil, entre outros

Da redação Publicado em 02/09/2009, às 19h37

Nesta quarta-feira, 2, completam-se cinco anos da morte de Tom Capone. Vítima de um acidente de moto fatal, em 2 de setembro de 2004, o produtor brasiliense assinou trabalhos de artistas como Maria Rita e Skank - que lhe renderam cinco indicações ao Grammy Latino no mesmo ano de sua morte.

Foi justamente no caminho de volta da premiação, em Los Angeles, que aconteceu o acidente. Aos 37 anos, o então diretor artístico da Warner Music Brasil já havia produzido também discos de Gilberto Gil, Raimundos, Frejat, Milton Nascimento, Nando Reis, Marisa Monte, Carlinhos Brown, Lenine e O Rappa, banda da qual virara uma espécie de padrinho depois do disco Instinto Coletivo (2001).

Antes de atuar como produtor, Capone surgiu no cenário musical como guitarrista da banda Peter Perfeito, de Brasília, na década de 80. Depois de alguns trabalhos como produtor no Rio de Janeiro, foi contratado pela Warner, atuando como produtor do álbum de estreia de Maria Rita, em 2003. As parcerias importantes que passaram a integrar o currículo do produtor levaram-no a criar seu próprio estúdio, batizado de Toca do Bandido, localizado na Estrada de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

Com a edição de 2004 do Grammy Latino, Capone se consagrou como o brasileiro com o maior número de indicações em uma só edição do prêmio. Naquele ano, seu nome surgiu nas seguintes categorias: álbum do ano, produtor, engenheiro de gravação (com o disco Maria Rita) e gravação do ano ("Festa", de Maria Rita, e "Dois Rios", do Skank, tirado do álbum Cosmotron). O produtor, no entanto, não levou nenhuma estatueta.

À época de sua morte, Tom Capone trabalhava produção de um disco do Barão Vermelho - lançado em 2004 com ajuda de outros produtores - e tinha planos de novos projetos com Gilberto Gil e Maria Rita.

Na TV

A vida e carreira de Capone será retratada pelo canal Multishow no dia 8 de setembro, na edição de estreia do programa Geleia do Rock. O reality show, sob comando de Beto Lee e Jorge Davidson, mostrará 16 jovens que querem se tornar músicos de verdade. Os participantes farão ensaios regulares na Toca do Bandido.