Pulse

Novo disco do Móveis Coloniais de Acaju tem download gratuito

Banda brasiliense é a quinta aposta do selo para o Álbum Virtual, que permite ao internauta baixar trabalhos na íntegra; Tom Zé e CSS já haviam participado do projeto

Da redação Publicado em 09/05/2009, às 10h21

O segundo álbum da banda brasiliense Móveis Coloniais de Acaju já pode ser baixado na internet, e dessa vez ninguém vai correr o risco de receber a pecha de pirata virtual. C_mpl_te, com 11 faixas inéditas e o single "Sem Palavras", de 2007, foi integrado ao projeto Álbum Virtual, da gravadora Trama. Nele, é possível baixar discos inteiros, encartes inclusive, sem infringir qualquer direito autoral. Tudo vem sem proteção DRM, ou seja, o usuário pode optar entre deixar o arquivo no computador ou transferir para CD, pen-drive e outras mídias.

A largada do projeto foi em 2008, com Danç-Êh-Sá ao Vivo, de Tom Zé. Na sequência, Artista Igual Pedreiro, do Macaco Bong, Donkey, do CSS (banda cuja líder, Lovefoxxx, diz estar querendo uma folga da música, aliás) e Chapter 9, do Ed Motta. O artista não é exatamente um mártir - ou visionário, dependendo do ponto de vista - da indústria fonográfica, já que o selo, com a ajuda de patrocinadores, arca com os direitos autorais. Segundo a Trama, a empreitada soma mais de 14 mil downloads.

Posto à cabeceira na cena de bandas independentes do país, o Móveis Coloniais de Acaju se especializou na tal "feijoada búlgara" - termo já lançado pelo grupo para definir a sonoridade marcada por rock, ska e ritmos do leste europeu. Liderada pelo vocalista André Gonzáles, a banda estreou no mercado com o álbum Idem, em 2005. O segundo trabalho recebeu a ajuda de Carlos Eduardo Miranda, que já produziu bandas como Skank, Mundo Livre S/A e Cordel do Fogo Encantado.