NX Zero faz um dos últimos shows da banda em programa que une SP e música: “Clima bacana, é algo que escolhemos juntos”

O São Paulo nas Alturas, do canal E!, leva grandes artistas para tocar no topo de prédios icônicos da capital; Karol Conka, O Terno, Criolo e CPM 22 também estarão no programa, que estreia em 29 de setembro, com uma das despedidas do NX Zero

Anna Mota Publicado em 07/09/2017, às 07h31 - Atualizado às 12h27

NX Zero no São Paulo nas Alturas

Ver Galeria
(5 imagens)

No próximo dia 29 de setembro estreia o São Paulo nas Alturas, a mais nova produção nacional do canal E!. A novidade mescla turismo e música e contará com 13 episódios, que farão shows exclusivos de artistas da cena musical contemporânea, tudo vindo de cima: eles se apresentarão no topo de prédios famosos da capital paulista. “A ideia surgiu quando decidimos que queríamos fazer uma atração que fosse além da música. Então optamos por um programa baseado em bandas que tivessem uma relação importante com São Paulo”, explica Patricia Mitsube, diretora comercial do E! Entertainment no Brasil.

O São Paulo nas Alturas traz entrevistas com cada um dos 13 artistas, que detalham seu vínculo particular com a cidade. Em meio às declarações, eles vão ao topo de edifícios como o Martinelli e o Alexandre Mackenzie (shopping Light), ambos no Centro, e o Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, localizado no parque Ibirapuera, para fazer um som.

“São Paulo é uma cidade que, apesar de ser cosmopolita, voltada para o trabalho, tem locais muito bonitos. E os takes do programa mostram essa visão plástica de São Paulo. A maioria dos shows foi filmada no final do dia, com um pôr do sol de fundo”, comenta Patricia.

O NX Zero foi escolhido para estrelar o primeiro episódio do São Paulo nas Alturas. “Foi irado. Tocamos no Martinelli, que é um clássico, pegamos um dia lindo”, conta Di Ferrero, vocalista. “A gente já tinha tocado em cima de um prédio na [avenida] Paulista, mas o visual de lá é completamente diferente”, complementa o baterista Dani Weksler, que adiantou que o setlist do programa foi um “catadão” da carreira, mas com bastante ênfase em Norte (2015), disco mais recente da banda.

E, para o NX, quando se trata de cidade, não tem como falar de outro lugar além de São Paulo. “Começamos aqui, sempre tocamos nas casas paulistas. No início, praticamente morávamos na Galeria [do Rock, no Centro], era onde fazíamos nosso merchandising, vendíamos nossos CDs, encontrávamos as pessoas, os contratantes de shows”, explica Ferrero.

Além de ter sido feita em um local marcante, a apresentação também é especial por registrar um dos últimos shows da banda, que anunciou uma pausa na carreira por tempo indeterminado em junho. “Apesar do momento, estamos em um clima bacana, porque é algo que escolhemos em conjunto. Está tudo certo, vai ser saudável para a gente”, afirma o vocalista.

Depois do NX Zero, o programa exibe ainda shows de Karol Conka, Aldo, The Band, CPM22, O Terno, Ludmilla, Banda Uó, Tiago Iorc, Rael, MC Guimê, 5 a Seco, Manu Gavassi e Criolo. O São Paulo nas Alturas vai ao ar nas sextas-feiras, às 21h.