Obra de Jards Macalé é desvendada em exposição em São Paulo

Projeto Ocupação, realizado pelo Itaú Cultural, vai fundo no universo particular do “maldito”

Redação Publicado em 01/06/2014, às 11h38

Jards
Reprodução

Toda a obra de Jards Macalé, em mais de quarenta anos de carreira, é alvo da 18º exposição do projeto Ocupação, criado pelo Itaú Cultural, em São Paulo. O “maldito”, como ele era chamado, terá todo o seu universo particular desvendado em cerca de 300 itens, exibidos no espaço paulistano até o dia 6 de julho.

Documentário sobre Jards Macalé “nasce da dança entre música e cinema”, diz diretor.

O acervo reúne fotos, cartas, revistas, objetos pessoais, cartazes de shows, trechos de produções para cinema e músicas, é claro. A trilha sonora da exposição traz clássicos do cancioneiro de Macalé, como “Vapor Barato”, e músicas de artistas que o inspiraram.

“Eu abri as portas do meu coração, abri as portas da minha casa, sem preconceito nenhum, para que ficasse bem aberta a minha vida criativa e pessoal”, contou ele à Rolling Stone Brasil. “Tem muitas fotos, recortes de jornal, projetos de músicas, projetos de discos, de livros, cartas pessoais do meu pai, da minha mãe e de amigos – Lygia Clark, Hélio Oiticica, Caetano e Gil. Estão todas lá pra quem quiser saber.”

O "maldito" Jards Macalé completa 70 anos. Leia entrevista com o músico.

Ocupação Jards Macalé

Do dia 31, sábado, a 6 de julho

Itaú Cultural - Av. Paulista, 149 – Bela Vista

Informações: 11 2168-1776

Gratuito