Oscar 2017: Homenagem “In Memoriam” mostrou foto de produtora viva

A imagem de Jan Chapman foi utilizada no tributo à figurinista Janet Patterson, que morreu em outubro de 2016

Redação Publicado em 27/02/2017, às 14h08 - Atualizado às 14h24

A imagem de Jan Chapman foi utilizada por engano no tributo à Janet Patterson, figurinista que morreu em outubro de 2016
Reprodução

A homenagem “In Memoriam” do Oscar 2017, que aconteceu no último domingo, 26, causou confusão ao utilizar a imagem de Jan Chapman, produtora viva, no tributo à figurinista Janet Patterson, que morreu em outubro do ano passado.

“Estou viva, bem e continuo ativa”, a produtora escreveu em e-mail enviado à Variety. “Eu fiquei devastada com o uso da minha imagem no lugar da minha grande amiga e colaboradora de longa data Janet Patterson”, ela disse.

LEIA TAMBÉM

Oscar 2017: após confusão, La La Land perde Melhor Filme para Moonlight

[Crítica] Bela experiência cinematográfica, Moonlight explora busca de identidade

Oscar 2017: Veja como foram as apresentações da cerimônia

“Eu pedi para a agência dela checar qualquer fotografia que pudesse ser usada e soube que a Academia disse a eles que estava tudo certo. Janet foi uma grande beleza, quatro vezes indicada ao Oscar, e é decepcionante que esse erro não tenha sido notado." A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que promove o Oscar, ainda não comentou o caso.

As duas trabalharam juntas em O Piano (1993), filme pelo qual Patterson foi indicada ao Oscar em 1994. Ela também foi indicada outras três vezes: por Retratos de Uma Mulher (1996), Oscar e Lucinda (1997) e O Brilho de uma Paixão (2009).

O tributo “In Memoriam”, dedicado aos profissionais do cinema que morreram no último ano, foi acompanhado por uma performance da cantora Sara Bareilles, que cantou “Both Sides Now”, de Joni Mitchell.