Pai de Steven Spielberg, Arnold morre aos 103 anos: ‘Você é nosso lar. Você é a nossa casa’

Segundo comunicado, Steven e outros parentes estavam ao lado de Arnold no dia da morte dele

Redação Publicado em 26/08/2020, às 15h33

None
Steven Spielberg e o pai Arnold Spielberg (Foto: AP Photo/Chris Pizzello)

Arnold Spielberg, pai de Steven Spielberg, morreu aos 103 anos de causas naturais, nesta terça, 25, em Los Angeles, de acordo com a Variety,  via NME.

Segundo comunicado, Steven e outros parentes estavam ao lado de Arnold no dia da morte dele. "Você é nosso lar. Você é a nossa casa", dizia o cineasta.

+++ LEIA MAIS: Qual o destino da franquia O Senhor dos Anéis depois da morte de Christopher Tolkien?

Arnold trabalhou como engenheiro na empresa General Electric, por isso, Steven recordou: "Quando vejo um PlayStation, quando olho para um telefone celular - da menor calculadora para um iPad - eu olho para meu pai e digo: ‘Meu pai e uma equipe de gênios começaram isso’".

Em declaração conjunta, Steven e as irmãs, Anne, Nancy e Sue, comentaram como o pai os ensinou a "amar pesquisar, expandir a mente, manter os pés no chão, mas alcançar as estrelas [e] olhar para cima". Eles completaram: “Obrigado por minha vida".

+++ LEIA MAIS: Sem ator e sem tubarão: Como foram as filmagens do clássico de Steven Spielberg?

Arnold nasceu em 1917 em Cincinatti. Na infância, amava invenções e transformou o sótão da família em um laboratório improvisado. Em 1941, se alistou no exército e, quando retornou, se casou com Leah Posner e recebeu o filho, Steven, logo depois. Em 1956, ingressou na General Electrics e ganhou o Prêmio Pioneiro de Computação do Instituto de Engenharia Elétrica e Eletrônica. 

A filha Sue recordou os tempos de rádio do pai e como “ele se conectava com estranhos e essa afabilidade é algo que ele transportou para a vida real, muitas vezes fazendo amizade com outra pessoa na fila do Starbucks ou na mesa ao lado dele”.

Devido à pandemia, um serviço de memorial completo será realizado em 2021.


+++ DELACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'