Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / De novo

Pedido de Cher por tutela temporária do filho, Elijah Blue Allman, é negado

'Sentimos que a urgência persiste porque ele está cercado por pessoas que negam o componente de doença mental' disse A advogada de Cher na audiência

Cher (Foto: Ethan Miller/Getty Images)
Cher (Foto: Ethan Miller/Getty Images)

O pedido feito pela cantora e atriz Cher para interditar e assumir temporariamente a tutela de Elijah Blue Allman — fruto do relacionamento da diva com o cantor Gregg Allman — foi negado por um juiz de Los Angeles nesta segunda, 29. O pedido já havia sido negado em uma audiência no final de 2023.

A cantora acompanhou de maneira remota, por meio de uma videochamada, Gabrielle Vidal, explicou os motivos que levaram a celebridade a tomar a medida, além das batalhas admitidas de Elijah contra o vício, “há uma questão secundária: ele sofre de transtorno esquizoafetivo que leva a períodos de psicose”. 

+++LEIA MAIS: Cher entra com pedido de tutela de filho por suposto caso de dependência

Vidal disse que Elijah foi colocado em hospital involuntário “várias vezes durante o ano passado”, incluindo setembro passado. A advogada disse que Allman não está mais sob os cuidados dos médicos que o tratavam de seus supostos problemas psiquiátricos, e Cher está com medo de que “sua vida esteja em risco”. A mãe, portanto, crê que o filho esteja vulnerável e incapacitado para receber o pagamento fiduciário do espólio de Gregg Allman.

“Sentimos que persiste uma urgência porque ele está cercado de pessoas que negam o componente de doença mental, e a preocupação é que se ele conseguir essa distribuição nas mãos, e durante um período de estresse, isso leve ao uso de drogas. Este processo foi aberto porque Cher foi informada inequivocamente pelos médicos que o tratavam, que se ela não desse esse passo como mãe, a preocupação era que ele acabasse mais uma vez na rua”, disse Vidal.

+++LEIA MAIS: Cher se pronuncia sobre exclusão do Rock & Roll Hall of Fame: 'Podem ir tomar naquele lugar'

Elijah esteve no tribunal, mas não falou durante a audiência. A juíza Jessica Uzcategui disse acreditar que as preocupações de Cher são sinceras, mas não viu evidências suficientes de que o filho atualmente não tenha capacidade de administrar as questões que foram discutidas. Uma audiência de acompanhamento sobre uma possível tutela permanente está marcada para 6 de março.

“Não questiono a motivação por trás do pedido de Cher como sendo motivada pela preocupação com o filho”, disse a juíza Uzcategui. “E eu entendo as questões talvez sobrepostas em relação ao abuso de substâncias e à saúde mental que o afetaram o no passado. Acho que ele também não questiona isso. Vejo muito reconhecimento disso em alguns documentos.” Mas as preocupações não são “evidências suficientes”, disse ela.

+++LEIA MAIS: O melhor filme de Cher, segundo Tom Hanks: 'Perfeição cinematográfica'