Autor de livros que inspiram Game of Thrones alerta: teremos mortes surpreendentes na quinta temporada

Novos capítulos da série vão ao ar no Brasil e nos Estados Unidos a partir de 12 de abril

Redação Publicado em 16/02/2015, às 14h28 - Atualizado em 18/02/2015, às 21h10

George R. R. Martin
AP

Não que o público de Game of Thrones não esteja acostumado, mas a quinta temporada da série promete "apagar" muitos personagens ao longo dos capítulos que estrearão no Brasil e nos Estados Unidos, simultaneamente, no dia 12 de abril.

Game of Thrones: divulgadas imagens oficiais da quinta temporada da série.

Segundo George R.R Martin, escritor da saga As Crônicas de Fogo e Gelo, que dá origem à versão de sucesso da TV (da qual ele é produtor executivo), até mesmo os fãs da literatura se surpreenderão com as mortes que estão por vir.

Robert Pattinson e estrela de Game of Thrones atuarão no suspense Brimstone.

"Pessoas que não morrem nos livros vão morrer na TV, então, até mesmo os leitores ficarão infelizes, é melhor que todo mundo fique esperto. [Os cocriadores] David [Benioff] e D.B. [Weiss] estão ainda mais sanguinolentos do que eu", brincou Martin durante a premiação do WGA 2015, falando ao Showbiz411.

Nova mixtape de Game of Thrones terá Snoop Dogg e Anthrax.

A falta de apego dos autores de Game of Thrones com os personagens do seriado não tem sido um problemas para os fãs. Em 2013, a estreia da quarta temporada alcançou o maior índice de audiência da HBO desde o último episódio de Família Soprano, transmitido em 2007. Os 6,6 milhões de telespectadores foram o maior público da série e chegaram a 8,2 milhões de pessoas com as duas reprises.

Como Agulha, veja dez espadas famosas de filmes, games e séries.

A título de comparação, a terceira temporada de Game Of Thrones, que estreou em 31 de março de 2013, chegou a 4,4 milhões. A série também quebrou o recorde de episódio mais visto até então, o sexto da terceira temporada: foram 5,5 milhões de pessoas.