Public Enemy: Rapper Flavor Flav é preso por agressão doméstica

Segundo relata o TMZ, Flavor Flav 'enfiou o dedo no nariz da suposta vítima, agarrou-a, jogou-a no chão e pegou o celular da mão dela.'

Redação Publicado em 19/10/2021, às 11h01

None
Flavor Flav e Chuck D, do Public Enemy, em show em São Paulo (Foto: Fábio Bitão)

O rapper Flavor Flav, do grupo Public Enemy, foi preso por agressão doméstica no estado de Nevada, EUA. O cantor de 62 anos, cujo nome verdadeiro é William Jonathan Drayton Jr., foi acusado de agressão por delito grave que constitui violência doméstica. 

Segundo o TMZ, Flavor Flav foi autuado por contravenção de agressão doméstica em 5 de outubro pelo Departamento de Polícia de Henderson. O rapper foi colocado sob custódia e levado ao Centro de Detenção de Henderson depois que a polícia respondeu a uma ligação sobre distúrbios domésticos.

+++ LEIA MAIS: 'Fascismo é uma zona de conforto para quem quer deixar as coisas como estão', diz Chuck D, lenda do Public Enemy [ENTREVISTA]

O site detalha que Flavor supostamente "enfiou o dedo no nariz da suposta vítima, agarrou-a, jogou-a no chão e pegou o celular da mão dela."

Em resposta às acusações, o advogado do músico, David Chesnoff, disse ao TMZ que "em casos de suposta violência doméstica, muitas vezes há dois lados da história e ele vai explicar o lado de Flavor Flav no tribunal e não na mídia".

Flavor Flav vs. Chuck D

 

No mês passado, Chuck D, do Public Enemy, respondeu às alegações feitas por Flavor Flav de que ele está negando uma turnê de reunião do grupo devido à sua recusa em assinar um acordo de parceria. Mas, uma declaração emitida pelo representante de Chuck D negou as alegações.

"Isso é cansativo e estúpido", disse Chuck D, e prosseguiu: "Flavor Flav processa as pessoas com quem trabalha, então em 2017 ele decidiu que era a minha vez. Ele perdeu quando o juiz negou provimento ao processo com prejuízo em 2020, o que significa que é permanente. Ele perdeu."

+++ LEIA MAIS:  Chuck-D demitiu Flavor Flav do Public Enemy de brincadeira - mas companheiro não gostou

Chuck D finalizou: "Mesmo depois de tudo isso, mesmo depois de todos os anos de Flav dando o mínimo e sempre pedindo o máximo, ainda trabalho com ele. Mas é hora de mudar. Todos nessa situação não podem se preocupar em aproveitar a sua folga. Sempre seremos irmãos, independentemente, mas Flav tem que trabalhar e não há como seguir sem o trabalho. Simples assim."

As informações são do site NME.