Rapper sul-africano Flabba é morto pela namorada

Artista, cujo nome de nascimento é Nkululeko Habedi, fazia parte do grupo Skwatta Kamp, pioneiro do hip-hop local

Redação Publicado em 09/03/2015, às 14h21 - Atualizado às 15h43

Rapper sul-africano no clipe de Isbhamu somdoko
Reprodução

O rapper sul-africano Nkululeko Habedi, mais conhecido como Flabba, foi assassinado a facadas, nesta segunda-feira, 9, pela própria namorada, noticiou a rede britânica BBC.

Flabba, que tinha 38 anos, foi encontrado morto na casa dele, na cidade de Alexandra, próximo a Johanesburgo. Segundo a polícia, a responsável pelo crime será indiciada por assassinato e comparecerá a um tribunal nas próximas 48 horas.

O artista se tornou popular depois de ter se juntado ao Skwatta Kamp, grupo formado em 1996, considerado um dos pioneiros do hip-hop na África do Sul.

Sello "Nemza" Mofokeng, ex-companheiro de Flabba no conjunto, escreveu pelo Facebook: “É com coração pesar que informo vocês da notícia mais triste desta manhã, que um dos meus irmãos, Flabba, faleceu. Deixem a alma dele descansar em paz, ele jamais será esquecido. Foi embora muito cedo, ainda com muito potencial. Sempre o amaremos. A vida é um presente precioso e ele viveu cada momento com coração pleno”.

Ouça um dos sucessos do Skwatta Kamp, "Clap It":