Roger Daltrey indica que existirá um novo álbum do The Who: “Pete tem centenas de músicas”

“Eu estou sempre pronto e ansioso para seguir em frente”, disse Roger Daltrey recentemente

Rolling Stone EUA Publicado em 30/01/2014, às 15h18 - Atualizado às 20h16

Problema auditivo de Peter Townshend pode acabar com a banda The Who
Reprodução/ Site oficial

O frontman do Who Roger Daltrey diz que a inevitabilidade de um novo álbum da banda não é mais uma questão de “quando”, mas de “se”. Em uma conversa com a NME, ele disse que tanto ele quanto Pete Townshend têm os ingredientes para um novo disco. “Pete tem centenas de músicas então a única questão é se vamos trabalhar nisso”, disse o vocalista. “Mas ele quer fazer um álbum e estou sempre pronto e ansioso para seguir em frente. Veremos.”

Galeria: Os 10 maiores álbuns duplos de todos os tempos, segundo os leitores da Rolling Stone EUA

A respeito da hesitação, Daltrey disse, “Eu nunca sei o que vou fazer, depende do que chegar na minha caixa de correio amanhã, mas não vejo razão para não fazer. Minha voz ainda está boa. A audição nem tanto, mas a voz está bem”.

Roger Daltrey relembra a experiência de lançar Tommy

Essa não é a primeira vez que Daltrey especula sobre um novo álbum. No ano passado, ele disse à Rolling Stone EUA que ele e Townshend “esperavam” fazer um novo álbum. E, antes, ele disse: “Pete é o tipo de cara que poderia escrever do nada um monte de músicas e dizer, ‘Vamos gravá-las’. E então haverá um novo álbum. O último foi o quê? De 1982 a 2005 – 23 anos [risos]. Eu não tenho 23 anos agora, mas nunca se sabe.”

Este último outubro marcou o aniversário de 50 anos de começo da banda. Mas Daltrey falou ano passado à Rolling Stone EUA que ele e Townshend não celebrariam a data e que a “última grande turnê” do grupo em 2015 era outra coisa. Agora, parece que o novo disco, caso ele aconteça, seria uma celebração apropriada na opinião de Daltrey. “Eu não sei, possivelmente será este álbum”, ele disse. “Eu não pensei nisso, para ser sincero. Nós não achávamos que fosse durar uma semana, muito menos 50 anos. Nós éramos o Who – acabávamos a banda depois de todo show.”

Mas enquanto ele e Townshend não lançam um álbum desde Endless Wire, de 2006, Daltrey gravou um novo disco – só que com outro guitarrista. No final do ano passado, o cantor se juntou ao ex-guitarrista do Feelgood, Wilko Johnson – que anunciou no ano passado que havia sido diagnosticado com câncer e fez uma turnê de despedida – para gravar um álbum chamado Going Back Home. Será lançado em março.

“Nós estamos tentando fazer este álbum há quatro anos e acabou não acontecendo por um motivo ou outro, mas quando ele foi diagnosticado, eu falei, ‘Wilko, tanto faz o que você quiser que eu cante, vamos fazer’”, disse Daltrey. “E é um ótimo disco, músicas muito boas, e foi ótimo fazê-lo, tão renovador. É voltar para o que fazíamos no começo dos anos 60 com músicas de R&B, de três minutos, rápidas. Sem enrolação, apenas músicas boas.”